Suspeitos de matar idoso com 13 facadas são detidos em Campos

Eles foram indiciados por homicídio qualificado e encaminhados para a Casa de Custódia, onde aguardarão a decisão do Poder Judiciário

Polícia
Por Redação
2 de dezembro de 2021 - 17h36
Irmãos Alexandre Costa Gonçalves e Sérgio Costa Gonçalves, suspeitos de assassinar Gelson Machado de Souza (Foto: Divulgação)

Os irmãos Alexandre Costa Gonçalves e Sérgio Costa Gonçalves foram presos, nesta quinta-feira (02), após expedição dos mandados de prisão. Eles são suspeitos de matar Gelson Machado de Souza, de 70 anos, com 13 facadas, no último domingo (28), no Parque Santo Amaro. Segundo a delegada Nathália Patrão, da 134ª Delegacia de Policia Civil de Campos dos Goytacazes, os suspeitos foram indiciados por homicídio qualificado e encaminhados para a Casa de Custódia Dalton Crespo de Castro, em Campos, onde aguardarão a decisão do Poder Judiciário.

Delegada da 134ª DP de Campos, Nathália Patrão. (Foto: Divulgação)

As informações foram dadas pela delegada da 134ª DP, que gravou um vídeo explicando mais detalhes sobre a investigação. “Não foi realizada prisão em flagrante, porque os autores fugiram da cidade após o crime. Na segunda-feira (29), toda a instrumentalidade e todas as provas foram produzidas; as testemunhas intimadas e ouvidas; os laudos periciais foram confeccionados, as imagens foram requisitadas, juntadas e analisadas. Na terça-feira (30), o inquérito foi relatado e hoje (2) nós tivemos os mandados de prisão expedidos”, disse.

Leia também:

Suspeitos de matar idoso na Nilo Peçanha são ouvidos pela polícia, mas liberados por não haver flagrante e mandado de prisão

Filha de idoso assassinado na avenida Nilo Peçanha revela detalhes do crime

Idoso é assassinado por vizinhos no Parque Santo Amaro, em Campos

Depoimentos

Segundo a Nathália Patrão, os irmãos foram ouvidos. Um deles ficou em silêncio e o outro confessou o crime, alegando que agiram em legítima defesa, pois teriam sido ameaçados pelo Gelson Machado. “O irmão que confessou, alegou que a vítima estava ameaçando ele há muito tempo. Ameaçando de morte. Segundo o autor, ele disse que escutou a vítima dizer para eles, no domingo (28), que ‘de hoje eles não passavam’ e que já tinha feito contato com alguém que iria matá-lo”, explicou a delegada.

Segundo um dos irmãos, o idoso começou a desafiá-los e eles estavam com uma faca na cintura, cada um deles, já em razão das ameaças da vítima. “O suspeito narrou que estava saindo para lanchar e aí o autor, de repente, partiu para cima dele e eles executaram a vítima a facadas”, conta Nathália Patrão.

Já os irmão da vítima contam outra versão, segundo vídeo enviado pela delegada. “Os irmãos da vítima, que estavam em casa, no momento do crime, relataram que estavam assistindo televisão. Os autores chamaram Gelson no portão. A vítima foi e, pouco tempo depois, eles escutaram os gritos do irmão, de socorro. Quando eles foram olhar, Gelson estava caído no quintal, já completamente ensaguentado. E quando eles olharam no portão, os autores estavam fugindo.”, disse a delegada

Assista ao vídeo da delegada na íntegra: