Estudante que atuou como fiscal em concurso do IFF denuncia falta de pagamento

Centenas de prestadores de serviço estão na mesma situação e a responsabilidade é da organizadora Metrópole Soluções Empresariais

Campos
Por Redação
14 de julho de 2017 - 16h18
(Foto: Silvana Rust)

(Foto: Silvana Rust)

Um estudante do Instituto Federal Fluminense (IFF) de Campos que atuou como fiscal na aplicação de provas do concurso realizado no dia 19 de março denunciou a falta de pagamento pelo dia de trabalho.

Segundo o estudante que preferiu não se identificar, ele e todos os outros fiscais não receberam pelo dia de trabalho. “No dia em que passamos todo o domingo trabalhando, não recebemos nenhum lanche da organizadora metrópole e no final nos pediram o número de nossas contas, para que o depósito fosse realizado, mas isso até hoje não aconteceu”, disse o estudante.

Ainda de acordo com o fiscal, nos concursos anteriores, em que eram organizados pelas bancas do IFF este problema nunca aconteceu.

O Jornal Terceira Via entrou em contato com a organizadora do concurso, Metrópole Soluções Empresariais, mas até a publicação desta matéria não recebeu nenhum posicionamento.

O concurso que preencheu vagas para o cargo administrativo e de professor gerou muita polêmica. Logo após o término das questões, candidatos pediram a anulação do concurso, já que segundo eles, 20 questões eram exatamente iguais, tanto nas provas realizadas na parte da manhã quanto à tarde, o que teria dado vantagem para quem prestou o concurso por último.  Outra irregularidade do concurso seria que questões da prova teriam sido plagiadas de concursos públicos anteriores.

Após o caso ter sido protocolado no Ministério Público Federal (MPF), a reitoria do IFF anunciou o cancelamento das provas de nível superior, aplicadas na parte da tarde.

Leia mais: Reitoria do IFF anula provas de concurso público polêmico após recomendação do MPF

Leia mais: Concurso público do IFF é suspenso para apuração de denúncias