Morre Estela Sá, guarda municipal e assistente social com covid-19

A servidora municipal de Campos tinha 41 anos e ficou internada por vários dias para tratar a doença, mas não resistiu

Obituário
Por Redação
26 de julho de 2020 - 10h08

Estela Márcia Sá morreu em decorrência da covid-19 (Foto: Reprodução)

Está marcado para este domingo (26) o sepultamento da assistente social e guarda civil de Campos, Estela Márcia Sá, de 41 anos. Ela morreu no sábado (25) por causa da Covid-19. Ficou internada por alguns dias em um hospital particular. Em uma rede social, a A Guarda Civil Municipal lamentou o falecimento da servidora. “Estela era auxiliar de vigilância e integrava a corporação desde 2006. Ela deixa esposo e três filhos. A GCM deseja conforto e paz aos familiares e amigos”, postou.

A coordenadora do Serviço Social do Hospital Geral de Guarus, Andréa Colares, lamentou a morte de Estela Sá, ex-colega de universidade e de trabalho. “Hoje o dia termina triste com a perda da nossa colega de profissão, Estela Sá. Ela perdeu a luta contra a covid-19. Mais um ser humano, mais uma mãe, mais uma assistente social que perde a vida nessa pandemia que só Deus sabe quando terá fim. Meus sinceros sentimentos a família e aos amigos de Estela”, publicou no Facebook na noite de sábado.

Representantes do Siprosep — Sindicato dos Professores e Servidores Públicos de Campos, também se manifestaram em solidariedade à família por meio das redes sociais. Quem também prestou homenagens à servidora municipal, foi a colega de profissão, Eliana Monteiro.

“Descanse em paz Estela Marcia De Sá, muito triste saber que perdemos você para a covid. Que Deus possa amparar seus filhos neste momento de despedida. Estela foi minha primeira estagiária de serviço social no PU da Saldanha Marinho. E ao saber da notícia do seu desencarne, posso dizer as mortes por covid não são apenas números. Possui um significado, pois são pessoas que encerram sua passagem pela vida na terra e deixam suas famílias”, escreveu.

A reportagem ainda não conseguiu apurar local e horário de sepultamento. Sabe-se que vítimas da covid-19 recebem sepultamento imediato e com restrição de acesso de participantes no funeral. Neste domingo (26), o Jornal Terceira Via destaca em reportagem especial o trabalho fundamental dos assistentes sociais de Campos durante a pandemia.