Moradores de Três Vendas voltam a protestar contra paralisação da Rogil

A comunidade está há quase quatro semanas sem o serviço de transporte coletivo

Campos
Por Redação
6 de dezembro de 2017 - 11h38
(Fonte: Reprodução)

(Fonte: Reprodução)

Moradores da de Três Vendas voltaram a fechar a BR 356. O protesto começou por volta das 10h desta quarta-feira (6). A comunidade está há quase quatro semanas sem o serviço de transporte coletivo, uma vez que, os motoristas e cobradores da empresa que atende à localidade, Rogil, estão sem receber o pagamento desde agosto.

Na última segunda-feira (4), a rodovia ficou fechada por aproximadamente 10 horas. Além dos moradores de Três Vendas, residentes de Rio Preto, Itereré e adjacências também fizeram manifestação contra a falta de ônibus. Dois ônibus foram destruídos. Extintores de incêndio dos próprios coletivos foram usados para quebrar vidros, faróis e painéis. Parte dos pneus foi furada.

Segundo os manifestantes, a falta de ônibus faz com que crianças e jovens deixem de ir à escola e impede que idosos compareçam a exames e consultas médicas em Campos.

Em nota, o Instituto Municipal de Trânsito e Transporte (IMTT) informou que “o órgão continua cobrando, no mínimo, a retomada de 30% da frota da Rogil. Solicitações vêm sendo feitas a outros consórcios para cobertura de algumas linhas do interior do município. Na área urbana, os bairros vêm sendo atendidos pelo transporte alternativo legalizado (vans). Algumas linhas na região de Dores de Macabu, Serrinha, Ibitioca, Caxeta e Pernambuca não foram afetadas. Medidas já estão sendo tomadas junto à Procuradoria Geral do Município e à Secretaria da Transparência e Controle“.