Bastidores de uma boa notícia

.

Opinião
Por Redação
15 de maio de 2022 - 5h01
(Foto: Marco Antônio da Silva)

Uma das maiores baixas na economia da região, provocada pela pandemia da Covid, foi o fechamento até então irreversível do complexo hoteleiro de turismo e lazer do Sesc, no balneário de Grussaí, em São João da Barra. Administrado pelo Sesc de Minas Gerais, o encerramento das atividades do empreendimento provocou desemprego e decepção.

Os ventos que balançam as casuarinas de Grussaí trouxeram boas notícias como a decisão da Fecomércio-RJ de assumir a administração que deixa de ser mineira. A notícia foi dada, confirmada, mas até agora não esmiuçada. A reportagem especial desta edição (veja aqui) detalha os primeiros passos para a reabertura do Sesc.

A jornalista Gabriela Lessa conseguiu entrevistar o empresário Antônio Queiroz, presidente da Fecomércio, que esteve à frente de toda a negociação para a transferência administrativa e está no comando do projeto para a reabertura deste que pode ser definido como o maior parque temático do interior do Rio.

A reportagem adianta que os projetos para o local começarão a ser definidos nos próximos 15 dias. Revela os bastidores da transferência administrativa entre os Sesc de Minas Gerais e do Rio de Janeiro. Estima a empregabilidade no setor de turismo com a reabertura. Enfim, como os bons ventos, revela boas notícias.

São João da Barra e a região têm motivos para comemorar, afinal, aquela infraestrutura não poderia se perder ou descumprir a sua finalidade.