Bispo de Campos diz que Cavalhada de Santo Amaro é importante e prega clima de harmonia

.

Coluna do Balbi
Por Coluna do Balbi
24 de janeiro de 2022 - 19h06
Bispo Dom Roberto Francisco (Foto: Arquivo)

A respeito da nota “ Treta entre Mouros, Cristãos e padre de Santo Amaro vai parar nas mãos do Bispo de Campos e Cavalhada será discutida no dia 28”, o titular desta coluna entrevistou hoje (24/01) o Bispo Diocesano Dom Roberto Ferrería.

Dom Roberto, que já havia se pronunciado através de uma nota oficial, diante de um vídeo postado em redes sociais, onde a polêmica foi fomentada, reafirmou a importância da Cavalhada e usou a palavra “harmonia” como forma de resolver este ruído.

Segundo Dom Roberto, o padre Alcemar, de Santo Amaro, nunca foi contra a Cavalhada, tanto que em 2019 ele havia proposto a criação de uma versão mirim desta representação como forma de garantir a tradição.

O Bispo confirmou a informação dada na coluna de que no dia 28 próximo terá uma reunião com a cúpula da Cultura do município, embora esse assunto não seja o topo da agenda.

“O próprio espírito da Cavalhada prega a harmonia com um pacto de paz entre Mouros e Cristãos ao final desta apresentação cultural. O padre Alcemar nunca foi contra a Cavalhada. É um padre que reside na paróquia desde a criação do Santuário de Santo Amaro. Não teria sentido o contrário. Vamos buscar a harmonia”, disse o Bispo.