Solar dos Ayrizes pode servir de sede para o projeto Caminhos do Açúcar

Por determinação da Justiça, Prefeitura deverá restaurar o prédio, sob pena de incorrer em improbidade administrativa; obra deve custar R$ 40 milhões

Patrimônio
Por ASCOM
19 de janeiro de 2022 - 11h21
O prefeito Wladimir Garotinho e a historiadora Rafaela Machado, diretora do Arquivo Público de Campos, durante visita ao Solar dos Ayrizes. (Foto: César Ferreira/Prefeitura de Campos dos Goytacazes)

O Solar dos Ayrizes poderá servir de sede para o projeto “Caminhos do Açúcar”, que tem o objetivo de fomentar o turismo e a economia nas regiões Norte e Noroeste do Estado. A possibilidade foi apresentada pelo prefeito de Campos, Wladimir Garotinho (PSD), durante reunião do Consórcio Público Intermunicipal de Desenvolvimento do Norte e Noroeste Fluminense (Cidennf), na Câmara de Dirigentes Lojistas (CDL), no início da tarde desta terça-feira (18).

Por determinação da Justiça, a Prefeitura de Campos vai restaurar o Solar dos Ayrizes, sob pena de incorrer em improbidade administrativa e multa para o gestor, caso não cumpra a decisão. De acordo com Wladimir, as obras deverão custar cerca de R$ 40 milhões.

“A restauração do casarão já foi orçada e fica em torno de R$ 40 milhões, um recurso que não dispomos, mas que buscaremos ter para cumprir a decisão judicial e o projeto do Cidennf chega para agregar, nos acenando como mais uma instituição que unirá forças para que possamos restaurar as instalações e ainda ganhar um “museu” do açúcar onde teremos registrado épocas áureas que marcaram a história de Campos e demais municípios que viveram e exploraram economicamente a cana-de-açúcar”, destacou Wladimir.

Segundo o secretário executivo do Cidennf, Vinícius Viana, o Solar dos Ayrizes vai entrar na elaboração do plano de investimento do “Caminhos do Açúcar” bem como o município será contemplado pelo programa Patrulha Mecanizada, que recupera estradas nas cidades que fazem parte do consórcio.

Possibilidade foi apresentada pelo prefeito de Campos, Wladimir Garotinho (PSD), durante reunião do Consórcio Público Intermunicipal de Desenvolvimento do Norte e Noroeste Fluminense (Cidennf).

“Esta foi nossa primeira assembleia geral, na qual apresentamos importantes projetos para os municípios, otimistas com relação ao Caminhos do Açúcar e a possibilidade de ter o Solar dos Ayrizes como sede, ajudando no desenvolvimento turístico e econômico de toda a região”, disse Vinícius.

Um dos principais municípios beneficiados pelo projeto seria Campos, com a destinação de recursos na ordem de R$ 17 milhões visando implantar um museu resgatando a história dos áureos tempos da cana-de-açúcar.

Também participaram da reunião, além do prefeito e presidente da entidade, o secretário executivo, Marcelo Neves; prefeito de Cabo Frio, José Bonifácio; prefeito de Rio das Ostras, Marcelino Borba; vice-prefeito de Bom Jesus do Itabapoana, Otávio Amaral; prefeito de Italva, Léo Pelanca; prefeita de Cardoso Moreira, Geane Vincler; prefeito de Macaé, Welberth Rezende; além do Assessor Especial de Relações Institucionais, Mauro Silva, e representantes das prefeituras de São Francisco de Itabapoana e Quissamã.

Fonte: Prefeitura de Campos dos Goytacazes