Defesa Civil inspeciona casas na Ilha do Cunha para retorno dos moradores após enchente

Vinte e sete famílias da Ilha do Cunha estão abrigadas no Centro Educacional 29 de Maio, na Pecuária

Geral
Por Redação
14 de janeiro de 2022 - 19h55
Famílias foram removidas na terça-feira passada – Foto: Silvana Rust

Técnicos da Defesa Civil Municipal de Campos inspecionaram as casas da comunidade Ilha do Cunha, na tarde desta sexta-feira (14) para avaliar se há condições para as 24 famílias (79 pessoas) voltarem para seus imóveis. Elas foram removidas na terça-feira (11) e levadas para um abrigo que funciona no Centro Educacional 29 de Maio, no bairro Pecuária (Veja aqui).

A enchente do Rio Paraíba do Sul inundou as casas ao atingir a cota de 10,36 metros. Depois disso, o nível chegou a 10,98m e já baixou quase um metro na tarde desta sexta-feira.

Enquanto a Defesa Civil não autoriza o retorno das famílias, os desalojados estão recebendo assistência do Município. Elas participaram de atividades lúdicas recreativas, desportivas e entretenimento cultural, desenvolvido pela Subsecretaria de Igualdade Racial e Direitos Humanos.

À noite, os acolhidos assistiram o filme Pantera Negra, com direito a pipoca e guaraná. “Aqui estamos tendo toda a estrutura necessária. Ver nossos filhos podendo brincar e se divertir é muito bom”, disse Francielly de Abreu, 21 anos, moradora da Ilha do Cunha.
Até a noite de quinta-feira (13), a Secretaria de Desenvolvimento Humano e Social contabiliza 27 famílias desabrigadas que estão recebendo total apoio da prefeitura. No local, elas contam com seis refeições e receberam kits de limpeza e higiene, além de orientação médica e atendimento sociais.