Vídeo: campistas enfrentam viagem de dois dias para acompanhar jogo do Flamengo em Montevidéu

Time rubro-negro disputa a final da Libertadores da América contra o Palmeiras, no sábado

Esporte
Por Thiago Gomes
24 de novembro de 2021 - 15h34

A final da Libertadores da América acontece no próximo sábado (27), entre Flamengo e Palmeiras, em Montevidéu, no Uruguai. E os torcedores rubro-negros de Campos vão encarar uma longa viagem de ônibus, do município até o local do jogo, para acompanhar o Flamengo. O trajeto de dois dias (cerca de 2.500km) começou na manhã desta quarta (24), quando cerca de 20 pessoas saíram da Embaixada Fla Campos. No caminho, outros torcedores se juntarão ao grupo, que deve chegar ao país vizinho com 42 flamenguistas.

A primeira parada foi no Rio de Janeiro por volta das 14h, onde os torcedores farão o teste de Covid-19, exigência uruguaia para acompanhar a partida no Estádio Centenário, às 17h (horário de Brasília) do sábado.

O presidente da Embaixada Fla – Campos, Thiago Corrêa, está otimista para a vitória do time com a maior torcida do Brasil.

“Arriscar placar é complicado, não gosto muito de arriscar, mas vai dar Flamengo, com certeza. O jogo da Libertadores é sempre difícil, mas o importante é resultado final. Nós fechamos desde as oitavas de final, então foi uma aposta por acreditar muito nesse nosso elenco e, por ser Flamengo, a torcida acredita sempre”.

Pedro conta que se esforçou para acompanhar o jogo sábado (Foto: JTV)

O estudante Pedro Koch, que também embarcou na aventura rumo ao Uruguai, disse que não mediu esforços para acompanhar a final da Libertadores e apoiar o rubro-negro.

“A expectativa é muito grande, todo mundo que está nessa viagem fez um esforço muito grande para acompanhar o jogo, o valor do ingresso, o valor da passagem, são muito caros. Mas, pelo Flamengo, a gente faz tudo, pega dinheiro emprestado e dá o nosso jeito para acompanhar essa final. Nós vamos para apoiar o time durante esses 90 minutos e tentar buscar o tricampeonato e trazer esse título novamente para o nosso país e para o Rio de Janeiro”.

Antes de sair, o grupo recebeu a bênção de padre Márcio André.

O time que ganhar a Libertadores receberá uma premiação que ultrapassa os R$ 120 milhões.