Secretaria de Petróleo, Energia e Inovação elabora ações para desenvolvimento econômico

Programas em parceria com universidades fazem parte das atividades do governo municipal

Economia
Por Redação
13 de outubro de 2021 - 8h21
Secretário de Petróleo, Marcelo Neves (Foto: Arquivo)

A Prefeitura de Campos dos Goytacazes atua com ações propositivas para a retomada da economia no período pós-pandemia. Órgãos da municipalidade como Secretaria de Petróleo, Energia e Inovação elaboram ações de apoio ao desenvolvimento econômico, com ênfase na difusão e aplicação da inovação tecnológica desenvolvida no ambiente das universidades e das startups para setores como a biotecnologia para agricultura, fontes renováveis de energia, entre outros.

O secretário de Energia, Petróleo e Inovação, Marcelo Neves, defende que o conhecimento da inovação gerado pelos pesquisadores chegue às empresas e, principalmente, aos empreendedores que surgem neste período pós-pandêmica da Covid-19.

As ações propostas para apoiar os empreendedores individuais, as micro e pequenas empresas na retomada da economia, envolvem, por exemplo, um Projeto de Educação Empreendedora por parte da Secretaria de Educação e Cultura; um Programa de Ensino sobre Inovação no ensino técnico em parceria com o Sebrae e o IFF; um Plano de Desenvolvimento de Gestão, em parceria com o Sebrae, dentre outras ações junto com outras entidades geradoras de inovação, como a Uenf; o Fundecam, a Secretaria de Desenvolvimento Econômico, a Incubadora de Empresas Tec Campos e startups.

Uenf integra instituições que fazem parceria com o governo municipal (Arquivo)

Para levar os saberes resultantes das pesquisas que otimizam o processo de gestão e o processo produtivo de empresas, Marcelo Neves firmou parceria com gestores de instituições de pesquisas e de startups, com o objetivo de trazer para os empresários e empreendedores as soluções que proporcionam agilidade, qualidade, funcionalidade e menor custo no processo de produção.

Bacia de Campos (Foto: Petrobras/Divulgação)

“Campos está entre as poucas cidades do Brasil que reúne as condições privilegiadas para promover o desenvolvimento com o viés da inovação, pois temos aqui um forte parque universitário, com instituições de pesquisas importantes para o setor produtivo, como o IFF, Uenf, Fundenor, Pesagro e, ainda, os laboratórios importantes em diversas áreas, como a Faculdade de Medicina para a Saúde. O IFF, por exemplo, desenvolveu um equipamento que pode prevenir tragédias como o rompimento da barragem de Brumadinho. É um sensor que identifica uma minhoca se movendo na terra há 30 metros de distância. Temos inovação para eficiência energética e nosso trabalho é levar esses e outros conhecimentos da inovação para os empreendedores de empresa de todos os segmentos e de todos os portes”, apregoa o secretário Marcelo Neves, que é professor na cadeira de energia, petróleo e inovação.

Fonte: SubCom/PMCG