Adolescentes assistidos pela Apae receberam primeira dose da Pfizer

Ao todo, 60 adolescentes entre 12 e 17 anos foram vacinados.

Geral
Por Redação
14 de setembro de 2021 - 18h07
Vacinação em adolescentes assistidos pela Apae

Adolescentes entre 12 e 17 anos, assistidos pela Associação de Pais e Amigos dos Excepcionais (Apae), receberam, nesta terça-feira (14), a primeira dose da vacina Pfizer. No local, foram imunizados 60 adolescentes. A primeira-dama Tassiana Oliveira acompanhou a vacinação, ao lado da presidente da Apae, Regina Célia Carvalho, e conheceu os serviços prestados pela associação.

“Muito bom ter essa oportunidade de presenciar a vacinação dos adolescentes assistidos pela Apae. Saber o quanto é importante eles terem esse acolhimento, essa atenção diferenciada. É um conforto, inclusive, para os pais. Muito bom saber que as ações estão acontecendo da forma correta, do jeito que tem que ser, com toda humanização e carinho que eles precisam”, pontuou Tassiana.

Thiago Silva Pereira, 13 anos, que frequenta a Apae desde o primeiro ano de vida, foi um dos imunizados. “Não fiquei nervoso para tomar vacina não”. Para a mãe de Thiago, Ana Beatriz da Silva, a vacinação do filho foi um alívio. “Estou muito feliz por esse momento, pois estava muito apreensiva, com medo dele pegar o vírus. Agora lá em casa, todos estão vacinados”, disse.

Emocionada, Valdete Ferreira Melo, mãe da Maria Luiza Melo Leito, 16 anos, disse que estava ansiosa pelo momento. “Estou emocionada. Foi tudo muito tranquilo e organizado. Também estou feliz em conhecer a primeira-dama, não esperava encontrá-la na associação. Como ela é atenciosa”, relatou Valdete.

Para a presidente da Apae, a vacinação dos adolescentes é um marco. “Em abril, foram vacinados nossos assistidos com idade acima de 18 anos e hoje estamos vacinando nossos adolescentes. Este dia, para nós que esperamos com tanta ansiedade, é um marco espetacular. Estamos felizes com o apoio que o prefeito Wladimir Garotinho vem nos dando, em especial a causa das pessoas com necessidades especiais. Felizes com a aceitação e apoio dos pais para isso aqui estar acontecendo e fluindo como deve ser. Felizes pela presença da primeira-dama, em nossa casa. Tenho acompanhado o quanto ela é participativa e atuante pelas causas sociais e pela inclusão”, ressaltou Regina Célia.

Fonte: Prefeitura de Campos dos Goytacazes