Unidade de Saúde de Poço Gordo alaga e compromete ainda mais o atendimento ao público

Siprosep diz que prepara relatório para apresentar ao Ministério Público do Trabalho após denúncia de falta de insumos e funcionamento pleno

Geral
Por Redação
10 de junho de 2021 - 17h31
Unidade de Poço Gordo afetada pela chuva nesta quinta-feira (Reprodução)

Moradores da localidade de Poço Gordo, na Baixada Campista, divulgaram vídeos nesta quinta-feira (10) em redes sociais, mostrando a situação do lugar após as constantes chuvas registradas em Campos dos Goytacazes nos últimos dois dias. Com ruas completamente alagadas, a Unidade Básica de Saúde também foi afetada. O atendimento ao público ficou comprometido. Todos os setores da UBS foram tomados pela água da chuva que se acumulou. O posto local também é alvo de fiscalização sindical por denúncias de irregularidades. Usuários e servidores reclamam do atendimento que não estaria funcionando plenamente.

A reportagem do Terceira Via entrou em contato com a Prefeitura de Campos para saber sobre prejuízos e a previsão de retomar o atendimento ao público no local. A UBS de Poço Gordo também era usada para a vacinação contra a Covid-19.

Fachada da UBS de Poço Gordo (Arquivo/Ilustração)

Irregularidades

Usuários da Unidade de Saúde de Poço Gordo fizeram reclamações sobre os serviços prestados no local. Segundo eles, curativos estavam suspensos por falta de insumos. O atendimento médico está funcionando, mas o serviço odontológico só funciona em caso de emergência. Servidores que pediram para não serem identificados disseram que o atendimento básico não tem. Haveria, segundo eles, agentes de saúde em desvio de função fazendo serviço de administração dentro do posto, impedidos de realizarem visitas nos domicílios.

De acordo com a assessoria de imprensa do Sindicato dos Profissionais dos Servidores Públicos de Campos (Siprosep) várias unidades de saúde municipais foram visitadas para apuração de uma série de irregularidades. Um relatório está sendo preparado e, quando concluído, será encaminhado ao Ministério Público do Trabalho, além das autoridades locais para solução dos problemas apontados.

O Sindicato dos Médicos de Campos também foi informado sobre problemas na unidade de Poço Gordo. A assessoria da entidade preparou uma nota sobre reclamações que tem recebido sobre os serviços.

“O Sindicato dos Médicos de Campos (Simec)) enviará ofícios, nesta sexta-feira (11), à Secretaria Estadual de Saúde (SES), e à Secretaria Municipal de Saúde (SMS), no qual solicitará que os referidos órgãos fiscalizem as condições precárias em que os médicos e profissionais da saúde estão atuando na Unidade de Pronto Atendimento (UPA) e na Unidade Básica de Saúde (UBS) de Poço Gordo. De acordo com denúncias, ambas as unidades carecem de melhorias na infraestrutura para fins de tratar os pacientes de maneira adequada”, conclui.

Nota da Prefeitura de Campos

“A Secretaria de Saúde informa que devido ao volume de chuvas que atingiu o município na quarta-feira (9), alguns pontos da cidade ficaram alagados, inundando, inclusive, a UBS de Poço Gordo, mas o problema já foi solucionado. Nesta quinta-feira (11), a vacinação contra a Covid-19 e atendimento na unidade ocorreram dentro da normalidade com todos os serviços em funcionamento. A informação de falta de insumos para curativo não procede.

Quanto aos agentes comunitários de saúde, eles não estão desviados de função. Eles seguem com o atendimento em campo, mas devido à pandemia do novo coronavírus estão usando parte da carga horária para auxiliar no funcionamento da Unidade Básica de Saúde”.

Vídeo 1

Vídeo 2