Professores da Rede Municipal de Ensino não recebem valores referentes à regência de abril

Nova Lei da Regência de Classe foi sancionada em março e deveria produzir efeitos a partir do mês seguinte

Geral
Por Redação
4 de maio de 2021 - 13h03
Secretaria de Educação de Campos (Fotos: Carlos Grevi)

Os professores da Rede Municipal de Ensino de Campos não receberam os valores referentes à regência do último mês de abril. A informação foi confirmada pela coordenadora geral do Sindicato dos Profissionais da Educação (Sepe) no Município, Odisséia Carvalho.

Segundo Odisséia, a nova Lei da Regência de Classe foi aprovado pela Câmara Municipal e sancionada pelo prefeito Wladimir Garotinho no dia 4 de março. Segundo o Diário Oficial, a norma produz “efeitos financeiros a contar do primeiro dia do mês seguinte ao mês de sua publicação”. Ou seja, abril.

“Criou-se uma expectativa entre os professores a respeito do pagamento da regência, o que não ocorreu. Por mais que as aulas sejam online, os professores têm gastado com luz e internet para poderem dar e gravar as suas aulas”, diz Odisséia, acrescentadando: “Fomos informados pela Secretaria Municipal de Educação que, por uma questão administrativa, receberemos a regência a partir do próximo mês. Mas, porque não fomos informados antes? Porque não nos informaram que não iria ser pago? Muitos estavam, contando com esse valor pra conseguir manter as contas em dia”, afirmou.

Ainda segundo Odisséia, desde o governo anterior, alguns benefícios foram cortados. “Desde a gestão passada, os professores não estão recebendo por exemplo, o vale-transporte e a gratificação para professores alfabetizadores. Nossa categoria não tem reajuste salarial desde o ano de 2016, o que por si só já é um problema para a nossa classe”, declarou Odisséia.

Em nota, a Prefeitura de Campos informa que: “A Secretaria Municipal de Educação, Ciência e Tecnologia informa que o pagamento liberado nesta terça-feira (04) se refere à frequência do mês de abril. O pagamento da regência referente ao mês de abril será efetuado no mês de junho, pois está em fase de processamento”.