Entrega de kits alimentação e apostilas em escola estadual causa aglomeração e gera queixas no IPS

Houve tumulto no Colégio Estadual Francisco de Salles; representantes do Sepe e da Secretaria de Educação foram ao local

Geral
Por Redação
7 de abril de 2021 - 15h14

No início da tarde desta quarta-feira (7), o Sindicato Estadual dos Profissionais da Educação de Campos dos Goytacazes informou sobre aglomeração formada no Colégio Estadual Francisco de Salles, no bairro IPS, durante distribuição de kits de alimentação e material escolar. Houve tumulto e uma viatura da Polícia Militar foi chamada. A Secretaria Estadual de Educação divulgou nota alegando que diretores de escolas são orientados para cadastrar e agendar a entrega de kits para evitar aglomerações. Representantes da Diretoria Regional da Seeduc estiveram no local.

A coordenadora do Sepe, Odisseia Carvalho, disse que os kits devem ser entregues às famílias dos alunos sem colocar a vida das pessoas em risco.

“Recentemente tivemos a contaminação pelo vírus da Covid-19 de cinco professores, com uma internação e vários familiares também contaminados. Tanto a Seeduc como a Seduct deveriam enviar pelo correio um cartão magnético recarregável para que os responsáveis possam comprar os alimentos diretamente no supermercado. Seria mais dinheiro circulando no município e alimentos no prato dos alunos. O que não deve circular é o vírus”, sugeriu. De acordo com Odisseia, esta proposta será levada ao Ministério Público.

A Seeduc voltou a afirmar que todo funcionário com sintoma ou diagnóstico de Covid-19 é imediatamente afastado do trabalho presencial para cumprir quarentena em segurança. A aulas da rede estadual estão acontecendo remotamente, de 5 a 12 de abril.  Apenas uma equipe reduzida de funcionários atua nas unidades para manter a entrega de material didático e kits de alimentação para alunos e familiares.