Carrefour reforma Makro para virar novo Atacadão

.

Coluna do Balbi
Por Coluna do Balbi
21 de fevereiro de 2021 - 0h01

A rede Carrefour iniciou as adaptações na Makro, na entrada de Campos, que estava fechada desde o ano passado. Como já noticiamos aqui, vai virar Atacadão da rede de origem francesa, que já mantém um outro na altura do quilômetro 10 em Guarus. A ideia é colocar o novo Atacadão para funcionar no final deste semestre, gerando cerca de 230 empregos diretos.

Preço do petróleo sobe e terá reflexo nos royalties
Apesar de tudo, parece que as coisas estão começando a melhorar. O preço do petróleo, depois de andar de joelhos, começa a reagir. Notícia ruim para quem usa gasolina, mas boa para os municípios produtores de petróleo. O preço vem subindo e o dólar, com o qual é comprado, não vem caindo. Os royalties tendem a engordar um pouco. Digamos, pouca coisa.

Grupos da Itália e da Espanha estão chegando
Dois grupos estrangeiros estão se aproximando da região e nada tem a ver com petróleo. Um é de bandeira italiana e outro Espanhola. São dois projetos que estão sendo segredados, mas que serão expostos ainda neste semestre. Ambos vão gerar um bom punhado de empregos. Antes que perguntem, não tem relação alguma com o Açu e as atividades são distintas.

Plantio de soja já é uma realidade em Campos
O plantio de soja em Campos começa a ganhar corpo, embora os produtores, neste primeiro momento, estejam colhendo para consumo próprio, ou seja para a engorda do gado. Por enquanto, a maior plantação de soja de Campos é da Fazenda Abadia, na margem esquerda do Rio Paraíba do Sul.

Castor é o Bicho
Está bombando do Globoplay o documentário “Doutor Castor” que conta a história do bicheiro mais poderoso do país, com tentáculos no futebol, carnaval e na sociedade. Um bom documentário que ficaria melhor com o nome “Castor é o bicho”, embora tenha sido sempre chamado de Doutor Castor.

Radionovela 1
Acaba de ser concluída a radionovela sobre o caso “Mota Coqueiro”, o último brasileiro executado com base na lei de pena de morte que vigorava no Brasil. Alunos de um projeto da Uenf e também gente grande como os professores Hélio Coelho e Silvia Paes emprestaram suas vozes para dar vida ao texto de Waldir Carvalho e Gastão Machado, sob a direção da professora Simone Teixeira.

Radionovela 2
A radionovela tem 16 capítulos que contam uma história verídica, que aconteceu aqui bem pertinho, mais precisamente em Conceição de Macabu, ao tempo em que essa cidade era distrito de Macaé. A confusão foi lá, mas Mota Coqueiro acabou enforcado em Macaé em um lugar que hoje é pátio de uma escola. Para muitos, ele era inocente e rogou uma praga de 100 anos sobre Macaé antes de morrer. A novela vai estar no ar rapidinho.

Mais portas fechadas
Um cartaz na porta resume a história de um estabelecimento comercial que, por quase 50 anos, funcionou na esquina da Rua Barão de Amazonas com Avenida Alberto Torres, área central de Campos. “Fim de um ciclo”. Ali, funcionou a Foto Menezes, sapataria Menezes, Beleza Natural Cosméticos e Cosmética Cabelo e Pele. Mais um ponto comercial no Centro de portas fechadas.

Mestrado
O médico ortopedista Gustavo Ribeiro está se dedicando ao mestrado na Universidade Estadual de Londrina, no Paraná no tema: “Células-tronco na regeneração da cartilagem articular”. O campista, que é especialista em ortopedia esportiva e joelho, agora está buscando novos conhecimentos no Sul do Brasil, onde também está residindo ao lado da linda esposa, Pollyana Dutra.