A necessária volta às aulas

.

Opinião
Por Redação
21 de fevereiro de 2021 - 0h01

(Foto: Carlos Grevi)

Desde que observados rigorosamente todos os protocolos de segurança contra a Covid-19, a volta às aulas é necessária e inevitável em todos os níveis.

Tecnicamente, o ano letivo de 2021 já começou, mas as aulas presenciais, tanto na rede municipal quanto na estadual, serão iniciadas em oito de março, com a adoção de um sistema híbrido, com parte dos alunos na escola e outra parte com aulas à distância.

Esse sistema que convencionou-se a se chamar de híbrido é acertado como se fosse um ensaio para a volta à normalidade. As opiniões se divergem no que diz respeito ao período em que essa modalidade de ensino irá durar, mas todos concordam que é um passo firme e necessário.

No caso específico das crianças, o retorno às salas de aula com a devida prudência, é defendido por especialistas diversos. O confinamento das crianças por um período tão longo pode levar a sequelas de sociabilidade graves como já perceberam outros países que enfrentam o mesmo problema.

Fato é que tiramos lições de tudo isso. As escolas, tanto públicas, quanto privadas, assim como seus alunos, se adaptaram ao ensino remoto, com o uso de tecnologia, mas isso, principalmente na formação dos alunos, definitivamente não pode ser uma regra, diferentemente do que acontece no ensino universitário.

Aos poucos, sob a orientação da ciência, a Educação vai retomando seu espaço, e isso nunca parece ter sido tão necessário.