Enfermeiro do HGG é o primeiro a ser vacinado contra Covid-19 em Campos

André Luiz Gomes de Oliveira tem 46 anos e recebeu a dose em plena ocupação de quase 100% de leitos de UTI

Tudo sobre coronavírus
Por Redação
19 de janeiro de 2021 - 16h58

Momento exato em que o enfermeiro é vacinado contra o coronavírus (Fotos: André Santo)

Aloysio Balbi, Girlane Rodrigues, Letícia Nunes, Thiago Gomes

O enfermeiro André Luiz Gomes de Oliveira, de 46 anos, foi a primeira pessoa a ser vacinada com a CoronaVac em Campos. A dose foi aplicada na tarde desta terça-feira (19), no Hospital Geral de Guarus (HGG), em uma cerimônia simbólica, por volta das 17h, poucas horas após o município receber do Governo do estado do Rio de Janeiro as 5.400 doses que chegaram em uma aeronave. A CoronaVac – vacina do Instituto Butantan produzida em parceria com a farmacêutica chinesa Sinovac – previne à Covid-19.

André Luiz foi vacinado em plena ocupação de quase 100% de leitos de UTI na cidade. Assim que recebeu a dose, ele agradeceu a oportunidade de representar a população de Campos e os colegas de trabalho neste momento histórico de prevenção à vida. O enfermeiro está desde o início da pandemia, em março de 2020, atuando na linha de frente contra o coronavírus. “Estou muito orgulhoso; o momento é de muita alegria”, comemorou.

André Luiz trabalha na Unidade de Pacientes Graves do HGG e também é professor universitário. Ele é casado e pais de dois filhos. “Conheço a importância da minha família, mas também do meu trabalho, que busco valorizar sempre e colocar os pacientes à frente de toda atenção que necessitam. É importantes que a população tenha consciência sobre a realidade de quem está dentro dos hospitais. Meu coração está acelerado e estou com a emoção à flor da pele, representando a todos que trabalham na linha de frente da Saúde”.

O prefeito Wladimir Garotinho falou sobre a gravidade da pandemia em seu discurso e disse que o momento é de refletir sobre a vida. “Tive que tomar várias medidas que não agradam a todos, mas pensei em poupar vidas. Os profissionais da saúde sabem , mais do que ninguém, o que está acontecendo. Jamais vou desafiar a ciência e não quero ser culpado e nem receber o peso das mortes que estão acontecendo”, disse o prefeito, exaltando ainda aos profissionais de saúde que continuam trabalhando mesmo com salários atrasados.

Apesar de reconhecer a gravidade da pandemia, Wladimir adiantou que, na próxima semana, o município deverá afrouxar as medidas restritivas e voltar para a fase amarela.

O vereador Bruno Vianna (PSL), filho do deputado estadual Gil Vianna, que morreu em maio de 2020 por Covid-19, também participou do ato, além do vice-prefeito, Frederico Paes e Charbell Kury e subsecretário adjunto de Atenção Básica, Vigilância Sanitária e Promoção a Saúde. Ao falar sobre a chegada das doses da vacina para Campos, Charbell se emocionou e chorou. “É uma honra vacinar alguém aqui no HGG, lugar em que dei o meu primeiro plantão, em novembro de 2003”.

LEIA TAMBÉM: Campos não recebeu nem metade das doses que estavam previstas para esta primeira fase da campanha de vacinação.