Fies adia para 2022 exigência de nota mínima de 400 pontos na redação do Enem

Previsão inicial era implementar exigência em 2021, mas governo adiou o prazo. Até lá, regra é não zerar a redação.

Educação
Por Redação
13 de outubro de 2020 - 11h56

Foto: (Divulgação)

A partir de janeiro de 2022, o Fundo de Financiamento Estudantil (Fies) só aceitará candidatos que tenham tirado, no mínimo, 400 pontos na redação do Exame Nacional do Ensino Médio (Enem). A princípio, a exigência passaria a valer já em 2021 – mas, em publicação no Diário Oficial da União desta segunda-feira (13), o governo adiou a mudança.  O Fies é um programa de financiamento para estudantes cursarem o ensino superior em universidades privadas.

Abaixo, veja as regras:

  • Notas do Enem exigidas no Fies em 2020 e 2021

Média aritmética das provas igual ou superior a 450 pontos.

Nota superior a zero na redação.

  • Notas do Enem exigidas no Fies a partir de 2022

Média aritmética das provas igual ou superior a 450 pontos.

Nota igual ou superior a 400 pontos na redação.

Além das regras mencionadas acima, há um critério econômico, que não foi modificado: o candidato deve ter renda familiar per capita de 1 a 3 salários mínimos.

Fonte: G1