OncoBeda divulga programação do Outubro Rosa dedicado ao câncer de mama

A mastologista Maria Nagime Costa reúne uma série de convidados e especialistas em palestras pelo Instagram

Saúde
Por Redação
30 de setembro de 2020 - 10h51

Mastologista Maria Nagime do OncoBeda e Grupo IMNE (Foto: Silvana Rust)

Começa nesta quinta-feira (1) uma série de eventos virtuais sobre câncer de mama promovida pela direção do OncoBeda e todo o Grupo IMNE, em Campos dos Goytacazes. O chamado Outubro Rosa é voltado para a divulgação de informações sobre tratamento do câncer nessa região do corpo, que atinge principalmente as mulheres. A médica mastologista Maria Nagime Costa coordena uma programação para ser exibida na rede social Instagram. Durante todo o mês, ela conversa com diversos convidados e especialistas sobre o câncer de mama.

Instalações do OncoBeda (Foto: Silvana Rust)

O Outubro Rosa promovido pelo OncoBeda contará com uma live semanal com diferentes participantes. A primeira a conversar com Maria Nagime Costa será a jornalista e chefe de reportagem do Jornal Terceira Via, Roberta Barcelos, nesta quinta-feira (1), às 19h, na conta do Instagram @grupoimneoncologia. Elas falarão “De mulher para mulher: dúvidas nos cuidados com a mama”.

No dia 8, será a vez do especialista Raphael Henrique Szymaski que falará sobre “Novidades no tratamento do câncer de mama”. A psicóloga Fernanda Barros participa no dia 15, abordando “Os impactos emocionais em pacientes com câncer de mama”. No dia 22, será a vez do médico oncologista Diogo Correa Neves fazer a live “Perguntas e respostas sobre o câncer de mama”.

Por fim, no dia 29, a nutricionista Dalila Dutra falará em sua transmissão ao vivo sobre “Mitos e verdades da alimentação do paciente oncológico.

Dados sobre câncer de mama

O câncer de mama é uma doença causada pela multiplicação desordenada de células da mama. Células anormais se multiplicam e formam um tumor. Há vários tipos de câncer de mama. A doença pode evoluir de diferentes formas. Alguns tipos têm desenvolvimento rápido e outros crescem mais lentamente. O câncer de mama também pode atingir homens, porém é raro, representando apenas 1% do total de casos da doença. Há tratamento para câncer de mama, e o Ministério da Saúde oferece atendimento por meio do Sistema Único de Saúde (SUS).

O câncer de mama é o tipo de tumor mais frequente em mulheres no mundo, depois do câncer de pele não-melanoma. Corresponde a 28% dos novos casos de câncer. Em 2018, por exemplo, foram estimados 2,1 milhões de novos diagnósticos e 627 mil mortes em decorrência do câncer de mama no planeta. No Brasil, foram previstos 59.700 novos casos da doença. Trata-se da primeira causa de mortalidade por câncer em mulheres no país.