Vídeo: Família de Campos se emociona ao encontrar tamanduá próximo de casa

Este é o segundo caso em que um animal dessa espécie é visto na cidade em menos de um mês.

Geral
Por Bernardo Rust (Estagiário)
21 de setembro de 2020 - 14h16

Foto: Reprodução

Uma família, que mora no bairro Jóquei Clube, em Campos, passou por um momento um tanto quanto emocionante na noite do último sábado (19), próximo ao cruzamento da Rua José Bonaparte Vieira com a Avenida Arthur Bernardes.

Isso porque um tamanduá foi visto pelo técnico em mecânica, Renato Rangel Rosa, por sua esposa e por seu filho. Segundo o técnico, o susto e a emoção tomaram conta da família no momento do encontro. “Tomei um grande susto quando joguei o farol do carro em cima. A gente nunca espera passar por uma situação dessa, principalmente no meio da cidade. Meu filho ficou todo feliz, vibrou bastante por ter visto. Eu puxei o celular e filmei o animal, pois não consegui acreditar no que eu vi”, declarou Renato.

Ainda de acordo com Renato, ele tentou pegar o animal para acionar um órgão responsável, mas acabou não dando tempo. “Ele fugiu para o meio do mato, quando eu tentei capturá-lo. Quando a gente liga a televisão, vê notícias não tão animadoras sobre meio ambiente, por conta das queimadas. Que as pessoas possam se conscientizar e evitar colocar fogo em área de mata. Nosso planeta precisa respirar, o que não está acontecendo” pediu o técnico em mecânica.

Semana passada, outro tamanduá foi visto no bairro Flamboyant. O animal também não foi capturado.

Por meio de nota, Sávio Tatagiba, coordenador do Grupamento Ambiental Municipal (GAM) da Guarda Civil Municipal de Campos, deu orientações sobre como a população deve proceder ao encontrar um animal silvestre. “Quando encontrar um animal silvestre em área urbana a pessoa deve primeiramente manter a calma, depois entrar em contato com um órgão capacitado para o resgate desse animal. Nunca tentar capturar ou afugentar esse animal, pois o mesmo pode vir a atacar como forma de defesa. Se possível, observar à distância para, quando a equipe chegar ao local, poder visualizar com maior agilidade. Muitas vezes, o animal estará apenas de passagem, em busca de alimento ou abrigo, não requerendo nenhum tipo de ação de resgate nesse caso. O GAM atende à população através dos telefones 153 (Guarda) ou (22) 98175-0758.