Coluna do Balbi | Pandemia adiou dois projetos que mudariam perfil do Centro

Espaço Goytacazes, casa de entretenimento, e o novo Hotel Planície que terá inclusive restaurante panorâmico como antes

Coluna do Balbi
Por Aloysio Balbi
14 de setembro de 2020 - 0h01

Prédio do Antigo Hotel Planície (Fotos: Carlos Grevi)

Adiados

Dois grandes empreendimentos que poderiam mudar a fisionomia do Centro de Campos foram adiados exatamente quando iriam iniciar suas atividades: o Espaço Goytacazes, casa de entretenimento, e o novo Hotel
Planície que terá inclusive restaurante panorâmico como antes. Falando para essa coluna, assessores dos dois empreendimentos garantiram que eles se configuraram, até porque já estão prontos. Agora é esperar a vacina ou coisa parecida.

Fórum cultural

Campos vai passar a ter um Fórum Regional de Cultura do Norte Fluminense abraçando também dos municípios de Carapebus, Cardoso Moreira, Conceição de Macabu, Quissamã, Macaé, São Fidélis, São Francisco de Itabapoana e São João da Barra. A reunião de instalação será virtual, no dia 28 de setembro, às 19h, na plataforma Google Meet.

Espaço Goytacazes, no Calçadão, Centro de Campos

Convênio
A secretaria municipal de Fazenda de Campos aderiu a convênio com a Fazenda do estado do Rio de Janeiro para intercâmbio de informações e formulação de ações integradas de natureza Econômico-Fiscais. Documento de cooperação técnica foi assinado pelo secretário Leonardo Wigand.

Construção civil

O Residencial Reserva Curumim, na avenida Alberto Lamego, deve começar a ser construído em breve. O empreendimento – da Realiza Construtora – será um condomínio vertical de cinco blocos e 360 apartamentos. O terreno total é de 43.413,95 m2 e área total construída de 22.523,96 m2.

Loteamento no Jóquei

Vem aí mais um loteamento residencial no bairro Jóquei Clube. O ‘Vila da Rainha’ terá 621 lotes construídos em uma área total de quase 334 mil metros quadrados. A promessa é que as vendas comecem quando for instalada a infraestrutura completa como ligação de água, energia, esgotamento sanitário, telefonia, rede de energia elétrica e áreas públicas em comum dos futuros moradores. É da JRN Construções.

Obra

O Instituto Municipal de Trânsito e Transporte (IMTT) deve começar a obra de reordenamento viário no trevo da BR-356, com RJ-216, Av 28 de Março e Av. Nossa Senhora do Carmo, situado no Parque Tarcísio Miranda, próximo ao terminal urbano de ônibus ‘Integração A”. O processo está andando e já com autorização ambiental fornecida.

Na medida

O alto preço do arroz fez com que voltasse aquela medida de porção que parece ser feita em uma xícara. Até então, a medida tinha sumido e o arroz era fartamente servido em bandejas. Fato é que com esse preço, a dupla mais famosa do prato brasileiro, momentaneamente, está desfeita. Digamos assim, que o arroz decidiu seguir uma carreira solo.

Ladrão no caminho

É preciso retomar o cuidado na hora de caminhar, correr ou pedalar pela avenida Arthur Bernardes no trecho entre a Beira-Valão e a Estrada do Contorno. Estão roubando bicicletas, celulares e tênis. Os bandidos usam automóveis. A Polícia Militar reforçou o olhar no perímetro.

Aprazível
Vem aí um investimento pesado na área da gastronomia e lazer. Três empresários bateram martelo e vão construir um restaurante em uma ampla e aprazível área aberta de Campos. Não precisa nem desenhar que isso é reflexo deste chamado novo normal imposto pela pandemia.

Na carne

Outro investimento que está para sair pelas bandas da Pelinca é o que podemos chamar de açougue de luxo. Uma loja especializada em carnes para matar de susto qualquer vegano. É coisa para muito breve. Se fosse um churrasco poderíamos dizer que o carvão já está aceso.

Obras

Foi preciso juntar 14 deputados para conseguir uma emenda em Brasília para que as obras da Universidade Federal Fluminense, próximo à Beira- Rio sejam retomadas. Serão precisos quantos deputados para que as obras da ponte que liga São Francisco a São João da Barra terminem?