Coluna do Balbi | Morre Luiz Alberto Peres de Siqueira, dono das drogarias Isalvo Lima

Ele estava curado da Covid-19 e sofreu uma parada cardíaca

Coluna do Balbi
Por Coluna do Balbi
11 de setembro de 2020 - 22h17

    Luiz Alberto Siqueira (Foto: Arquivo Pessoal)

Um dos maiores empresários de Campos, Luiz Alberto Peres de Siqueira, morreu, aos 69 anos, na noite desta sexta-feira (11). Proprietário da rede de farmácias Isalvo Lima, Luiz Alberto não resistiu a uma parada cardíaca, depois de apresentar obstrução das vias aéreas inferiores.

Siqueira estava internado na Unidade de Terapia Intensiva (UTI) do Hospital Dr. Beda, desde a noite de quinta-feira (10). O empresário passou mal e foi atendido ainda em casa por uma equipe médica do Hospital Dr. Beda e por sua médica particular, a pneumologista Patrícia Meirelles.

”Depois de ser estabilizado em casa, foi levado por uma ambulância do nosso hospital direto para a UTI. Os médicos fizeram tudo o que puderam para salvá-lo”, informou a diretora administrativa do Grupo IMNE, Martha Henriques.

Covid-19– Luiz Alberto estava curado da COVID-19, diagnosticada no início do mês de julho, quando foi internado no Hospital Dr. Beda, com sintomas da doença, no dia 5. Ele ficou hospitalizado por 45 dias até ser curado. Depois de receber alta, foi para casa, onde fazia reabilitação.

Família– Casado com Valéria Siqueira, Luiz Alberto deixou dois filhos do primeiro casamento: Bruno e Lívia Siqueira. Bruno é engenheiro e Lívia chegou a ser presidente da Fundação Rural de Campos (FRC). A família não informou detalhes de velório e enterro.

Legado– O empresário implantou em Campos uma das maiores redes de farmácias do interior do estado do Rio, a Isalvo Lima. Além de empresário, ele era engenheiro civil. Nessa profissão, ele mudou o perfil da construção civil em Campos, intensificando, nos anos 1980, a tendência de verticalização do Centro. Em uma de suas entrevistas, disse que trabalhava 14 horas por dia e chegou a ser presidente do Sindicato dos empregadores da construção civil.

Ensaio na Política– Seu nome foi cotado na década de 1980 para a Prefeitura de Campos, mas Luiz Alberto declinou da indicação.