Programa municipal de apoio a startups é expandido

Um nova etapa foi anunciada pela prefeitura e parceiros da área de educação e tecnologia

Economia
Por Redação
7 de agosto de 2020 - 19h11

Divulgação de ampliação do programa de apoio a startups em Campos (Foto: SupCom)

O Programa Municipal de Apoio a Startups iniciou uma nova etapa no mês de julho e as empresas incubadas continuam em expansão. O programa apoia com bolsas de empreendedorismo, a incubação de projetos na TEC Campos por um período de um ano e contou com 12 projetos aprovados que iniciaram as atividades no começo deste ano. A primeira fase do programa aconteceu entre os meses de janeiro e junho. Incluiu entendimento das empresas e participação nas mentorias para definição dos produtos.

“Ao fim dessa primeira fase, as 12 startups passaram por um criterioso processo de avaliação. As 8 aprovadas, a partir de julho, já começaram a receber dois salários mínimos com a intenção de iniciar seus negócios, analisando o mercado e estipulando projeções de vendas. Duas estão sendo supervisionadas mais de perto”, explicou Leonora Tinoco, assessora chefe para Inovação da Superintendência de Ciência, Tecnologia e Inovação.

De acordo com Tulio Baita, coordenador do Programa de Startups na Tec Campos, as empresas que participam do programa são monitoradas em cinco eixos: empreendedor, tecnologia, mercado, capital e gestão. Entre os meses de fevereiro e junho, as empresas incubadas receberam 15 mentorias.

“Dentro do programa, cada empresa elaborou um plano de negócios, construiu e validou um modelo de negócios e de apresentação. As empresas receberam estímulo para ter um produto para venda. Inclusive, estamos neste estágio e já temos empresas com produtos no mercado. Isso mostra a importância do programa para auxiliar no desenvolvimento da região”, destacou.

Ainda segundo Túlio, a expectativa para este segundo semestre é que a empresa que definiu o seu produto passe a vender, e a que já esteja no nível de venda, aumente seu lucro e ganhe mercado. Para isso, todos precisam participar dos planos de ação e das mentorias.

“Neste semestre, as empresas também se apresentaram para uma banca de empreendedores externos e seis negócios foram selecionados para a etapa final, recebendo mentorias de outras cidades para aprimorarem seus negócios. Todas também participaram do processo de preparação para internacionalização, voltado para aquelas com interesse de venda para outros países. As empresas selecionadas estão fazendo um excelente percurso”. finalizou.

Fonte: SupCom