Petroleiros são desembarcados após testarem positivo para covid-19

Segundo o Sindicato dos Petroleiros do Norte Fluminense, 13 trabalhadores foram diagnosticados com a doença

Economia
Por Redação
4 de agosto de 2020 - 8h24

O navio-plataforma P50 da Petrobras , no campo de Albacora Leste na Bacia de Campos. (Foto: Ana Carolina Fernandes/Folhapress)

Pelo menos 20 petroleiros foram desembarcados do navio-plataforma P50, no campo de Albacora Leste, na Bacia de Campos, após apresentarem sintomas do novo coronavírus. De acordo o Sindicato dos Petroleiros do Norte Fluminense (Sindipetro-NF), 13 deles testarem positivo para covid-19.

Ainda segundo a entidade, os trabalhadores já apresentavam sintomas há vários dias, mas só foram desembarcados na última quinta-feira (30). Oito petroleiros são funcionários da Petrobras e o restante, prestadores de serviço terceirizados pela estatal.

O Sindipetro-NF afirma que cobrou da Petrobras a realização de teste PCR, que detecta a covid-19 no início, em todos os trabalhadores à bordo.

“Apesar de todos a bordo realizarem o teste rápido no dia do embarque, este teste tem um período de janela de até 3 semanas após a exposição ao vírus. Já o PCR pode ter sucesso na detecção a partir de uma semana após a exposição”, explica o coordenador do Departamento de Saúde do Sindipetro-NF, Alexandre Vieira.

O sindicato comunicou que denunciou o caso à Secretaria do Trabalho, do Ministério da Economia. O Jornal Terceira Via entrou em contato com a Petrobras e aguarda um posicionamento.