Coluna do Balbi | Fazenda Ayrizes vai virar condomínio e Solar poderá passar para a prefeitura

Centro de Tratamento Oncológico Madre Teresa de Calcutá do Grupo IMNE é outro destaque desta edição

Coluna do Balbi
Por Aloysio Balbi
27 de julho de 2020 - 0h01

Hospital Dr. Beda, em Campos (Foto: Silvana Rust/Ilustração)

IMNE em Macaé

No próximo dia 29, o Grupo IMNE inaugura em Macaé, o Centro de Tratamento Oncológico Madre Teresa de Calcutá. A unidade terá atendimento para pacientes do SUS e vai encurtar a distância de 84 km daqueles que precisam se deslocar para Campos. Em virtude do momento, não será possível um coquetel de inauguração mas, o corpo clínico que irá atender no local fará uma apresentação do espaço, respeitando todas as normas de higiene e segurança. O IMNE, cada vez mais, se consolida como um dos maiores grupos de medicina privada do interior do país.

Ayrizes para prefeitura?

O Solar dos Ayrizes, patrimônio arquitetônico, tombado por diversos órgãos, está a um passo das mãos da prefeitura. Os proprietários da fazenda, onde vivera na real ou na ficção a escrava Isaura, querem transformá-lo em condomínio urbano. Como contrapartida, cederia ao município o tão valioso solar, hoje escorado por estacas. Bom lembrar que um grupo do Paraná já havia feito promessa de compra e venda daquela área às margens da BR-356 a caminho das praias, para fazer também condomínios, o que acabou miando.

Solar dos Ayrizes em Campos dos Goytacazes (Foto: Reprodução)

Caindo aos pedaços

O histórico e lindo – apesar de abandonado – Solar dos Ayrizes recebeu uma multa de 2.500 uficas do Conselho de Preservação do Patrimônio Histórico e Cultural de Campos – COPPAM. O casarão, que guarda parte da rica histórica da cidade e deveria manter a arquitetura original, localizado na BR-356, a caminho de São João da Barra, está prestes a desabar por falta de manutenção.

Mistério na Plataforma

Está completando 14 anos que o engenheiro paranaense Fábio Pontes, na época com 30 anos, desapareceu misteriosamente na Plataforma P-26 na Bacia de Campos. Houve uma grande investigação, mas nada foi conclusivo. A versão que vale é a de que o engenheiro teria se matado, pulando no mar. A família, depois de muito tempo, conseguiu finalmente o atestado de óbito sem causa da morte claramente determinada.

 

Pandemia de golpes

Depois de gente fazendo se passar por agente financeiro da concessionária Enel, indo às casas das pessoas com máquina de cartão dando desconto nas tarifas ‘a la delivery1, agora surge um novo golpe, que é o uso de dados do perfil da pessoa para cobrar uma dívida inexistente. Um conceituado médico de Campos teve o seu perfil usado e registrou queixa na Delegacia do Centro. E existem outros golpes por aí.

Ronco que tira o sono

O ronco das motocicletas continua tirando o sono das pessoas em Campos. Não é muito barulho por nada. O assunto é sério. O pessoal que vende por delivery deveria fazer a vistoria das motos de seus entregadores. E quem pede esse tipo de serviço, passa a optar pelos que andam na linha. Também não é preciso trocar a moto por aquelas bicicletas elétricas silenciosas. É só fazer a coisa certa.

Louvemos

A Câmara de Vereadores de Campos aprovou e o Executivo sancionou o “Dia do Louvorzão Beneficente”, a ser realizado anualmente no segundo sábado do mês de junho, na praça da localidade de Ribeiro do Amaro, no 7º Distrito. Assim, a data fica incluída no Calendário Oficial de Eventos do Município.

99 motivos

O aplicativo de transportes 99 está apoiando campanha contra a violência doméstica no país e também em Campos. Durante a pandemia, a corrida para uma delegacia da mulher é custeada pela empresa, quando esta for para denunciar o crime. A empresa tem mais de 99 motivos para colaborar.

Fila virtual

Agora é virtual a fila que o contribuinte tem que enfrentar para acessar recursos do governo federal, principalmente em operações pela Caixa Econômica Federal. A espera para transferência de FGTS, auxílio emergencial, entre outros, ultrapassa horas. Para não se estressar, é preciso mais que um cafezinho e, quem sabe, uma soneca.

Heliporto do Farol

Está marcada para o dia 25 de agosto, às 10h, na sede da Prefeitura de Campos, a licitação para a exploração comercial do heliporto do Farol de São Thomé, hoje administrado pela Petrobras. A nova empresa ficará responsável por operar, prover manutenção e segurança da aviação civil e operacional, pelo convênio de delegação firmado entre o município de Campos e o Governo Federal. O edital pode ser retirado no site da prefeitura.

Odisseia Carvalho é vice-presidente do PT em Campos (Arquivo)

Odisseia sem o SEPE

A ex-vereadora pelo Partido dos Trabalhadores (PT), Odisseia Pinto de Carvalho, pedagoga concursada em Campos, deverá voltar para suas atividades escolares, já que a prefeitura suspendeu a licença sindical dela junto ao Sepe, o Sindicato Estadual dos Profissionais da Educação do Rio de Janeiro. Ou seria para se candidatar na eleição 2020?

Eletrobras x Campos

Sabe as lâmpadas de led espalhadas pela cidade e que serão também colocadas em Farol de São Thomé para o verão? Pois bem, são frutos de um termo de cooperação técnica entre a Eletrobras e o Consórcio Público Intermunicipal de Desenvolvimento do Norte e Noroeste Fluminense (Ciedennf). A estatal – por enquanto – fez repasses ao consórcio no valor de quase 1 milhão.

Multa

A União Urbanismo Spel e a recauchutadora Renove foram multadas pela Secretaria Municipal de Desenvolvimento Ambiental por descumprir leis ambientais. As empresas podem recorrer. Fica aqui o alerta de que nem a pandemia a roda para de girar.