EDITORIAL | Corrupção na pandemia seria crime capital

Fato é que fatos existem e “pandemia” com “desonestidade” são palavras que em nenhuma hipótese podem estar na mesma frase

Editorial
Por Editorial
28 de maio de 2020 - 17h53

Em plena investigação longe de ser conclusiva sobre superfaturamento de insumos para o combate a pandemia do coronavírus no Rio de Janeiro seria imprudente fazer qualquer juízo de valor e de valores.

Fato é que fatos existem e “pandemia” com “desonestidade” são palavras que em nenhuma hipótese podem estar na mesma frase.

Se dinheiro público é sagrado na rotina da vida comum, em uma pandemia ele é sacramentado, quase que canonizado, superlativando tudo que pode ser considerado hediondo.

Assim é prudente aguardar o resultado dos fatos, e bom seria que neste momento triste da nossa história estivéssemos dentro deste quadro de pandemia, discutindo possibilidade de corrupção que tem sido endêmica aqui.