Editorial: Eduardo Montebello revolucionou mercado de incorporações em Campos

Empreendimentos como Campos Shopping, Ouvidor Play Center e Jardim de Alah têm sua marca

Campos
Por Editorial
26 de maio de 2020 - 12h14

(Foto: Arquivo/acervo pessoal)

Eduardo Montebello, que morreu na madrugada desta terça-feira, aos 77 anos, foi nos anos 70, 80 e 90 o maior incorporador de imóveis de Campos. Segundo o engenheiro e empresário Guilherme Castro, Montebello era uma verdadeira grife nesta área e está para Campos como Sérgio Dourado, na mesma época, estava para a cidade do Rio de Janeiro.

Eduardo Montebello participou de incorporações importantes, como a do primeiro shopping de Campos, o Campos Shopping, e de outros empreendimentos ousados para época, como os modelos de apart-hotéis. Também levam sua marca o Ouvidor Play Center e os residenciais Jardim de Alah.

Sua empresa, a Montebello Imóveis, chegou a ter como sede uma grande mansão na avenida Alberto Torres, próxima à Casa de Cultura Villa Maria. Profissional respeitado por todos, também atuou em outras cidades, inclusive no Rio de Janeiro. Para muitos amigos, sua paixão era o mercado de Campos, onde foi definido como um “visionário”.

Montebello tinha um grande projeto, o do Vila da Rainha, ao lado de onde é hoje o Centro de Eventos Populares Osório Peixoto (Cepop). O objetivo dele era fazer ali um bairro modelo de classe média alta. O projeto prosperou, mas teve que ser interrompido por questões judiciais, já que o proprietário da terra, o Grupo Othon, que tinha três usinas em Campos, pediu, no curso do projeto, recuperação judicial, e as terras foram imobilizadas.

O incorporador, que será sepultado no final da tarde desta terça-feira, no cemitério do Caju, deixa dos filhos — Renata e Fabiano — e a viúva, Lúcia Sodré.