Campos recebe 19 respiradores reformados para hospitais da rede pública

Reparação foi feita por empresas do Comitê de Responsabilidade Social e Ações Humanitárias do Porto do Açu

Geral
Por Redação
21 de maio de 2020 - 11h41

O município de Campos recebeu 19 respiradores reparados por empresas do Porto do Açu. Os equipamentos, que até então estavam parados por mau funcionamento, são essenciais para o tratamento de casos graves da Covid-19 que apresentam insuficiência respiratória. A entrega de 15 ventiladores à Secretaria Municipal de Saúde aconteceu nesta quinta-feira (21 de maio) com a presença do prefeito, Rafael Diniz. Outros quatro já haviam sido entregues.

Essa é uma das ações do Comitê de Responsabilidade Social e Ações Humanitárias do Porto do Açu, composto pelas empresas Porto do Açu Operações, Açu Petróleo, Ferroport e GNA. O levantamento de aparelhos foi feito pela Firjan SENAI, junto à Fundação Municipal de Saúde.

“Reconhecemos que nosso papel vai além dos limites portuários e estamos dando outra importante contribuição no enfrentamento da pandemia com mais essa ação humanitária”, explica Vinicius Patel, diretor de Administração Portuária da Porto do Açu Operações.

“Estamos atravessando um período em que a união entre empresas, poder público e instituições de saúde é absolutamente fundamental, e a GNA, reconhecendo seu papel social na região, está fortemente comprometida em apoiar o combate ao novo coronavírus”, afirma Julio Marcante, diretor Adjunto de Operações da GNA.

Gerente geral de Tecnologia e Inovação da Firjan, Maurício Ogawa diz que a federação ajudou na integração entre os hospitais, as empresas reparadoras de equipamentos e as grandes empresas, doadoras dos recursos necessários para financiar os consertos dos equipamentos.

“Diante da pandemia e da necessidade urgente de equipamentos, a Firjan está apoiando as unidades hospitalares em todo o estado e as indústrias que querem colaborar no combate ao novo coronavírus. Esses equipamentos são essenciais para atender os pacientes com a Covid-19 nas UTIs”, destaca Ogawa.

Outras ações
Além da recuperação de ventiladores pulmonares, as empresas que integram o Comitê de Responsabilidade Social e Ações Humanitárias do Porto do Açu doaram mais de 90 mil equipamentos de proteção individual destinados aos profissionais de saúde, cerca de duas toneladas de verduras e legumes comprados de produtores locais e entregues para instituições de caridade e estão subsidiando a produção de 9 mil máscaras de tecido produzidas em confecções locais doadas à população do Norte Fluminense.