Petrobras inicia produção no reservatório na área de Forno na Bacia de Campos

Este será o primeiro teste de longa duração realizado no pré-sal do campo de Albacora

Geral
Por Redação
18 de maio de 2020 - 19h04

Bacia de Campos (Foto: Agência Petrobras)

A Petrobras iniciou, na última semana (16/5) o Teste de Longa Duração (TLD) na área do Plano de Avaliação de Descoberta (PAD) de Forno, no campo de Albacora, localizado no pré-sal da Bacia de Campos. O teste está sendo realizado no poço 3-AB-125-RJS (3-BRSA-1123-RJS), localizado a aproximadamente 120 quilômetros  da costa fluminense.

O TLD tem o objetivo de avaliar o comportamento do reservatório em produção e as características do seu petróleo. As informações técnicas coletadas durante a fase de testes subsidiarão o desenvolvimento complementar do campo, que integra o projeto de revitalização de Albacora, do qual Forno faz parte.

“Ter uma reserva nesta área do pré-sal, abaixo do reservatório do pós-sal, é importante porque abre uma perspectiva para o campo e para sua revitalização”, destaca o diretor de Exploração & Produção da Petrobras, Carlos Alberto Pereira de Oliveira.

Plano de Avaliação de Descoberta da Área de Forno

O campo de Albacora, na Bacia de Campos, a 184 km da cidade de Macaé, iniciou sua produção nos reservatórios do pós-sal em 1987, com o FPSO PP Morais. A partir de indícios de óleo na camada pré-sal da concessão, a Petrobras deu início ao PAD na área denominada Forno, onde já foram realizadas atividades de perfuração e sísmica.

O TLD é uma nova fase do PAD, que prevê a interligação do poço ao FPSO P-31, ancorado em lâmina d’água de aproximadamente 325 metros. Essa fase pretende comprovar o potencial produtivo do reservatório, quando a produção terá caráter de teste.

A Petrobras é a operadora (100%) do campo de Albacora e dará continuidade ao PAD da área.

*Ascom