VÍDEO | Orquestrando a Vida leva música para comunidades carentes em isolamento social

Projeto 'Reboque Musical' começou esta semana. Objetivo é confortar alunos e famílias que não têm fácil acesso à internet.

Blog dos Jornalistas
Por Blog dos Jornalistas
6 de maio de 2020 - 15h17

Em meio a uma pandemia e ao consequente isolamento social, a arte mostra-se como uma forma de acalentar a alma e fortalecer a esperança. Justamente por isso a ONG Orquestrando a Vida criou um projeto que objetiva levar música para os alunos que residem em comunidades carentes e que não têm fácil acesso à internet: o “Reboque Musical” começou esta semana e tem feito a diferença na vida das famílias dessas crianças e adolescentes.

Segundo o maestro e presidente da ONG, Jony Williams, neste período de isolamento, as aulas que, antes, eram presenciais, passaram a ser ministradas online. No entanto, por se tratar de um projeto social, muitos alunos não têm condições de assistir a essas videoaulas. Foi pensando neles que Jony e outros nove professores da Orquestrando a Vida criaram o “Reboque Musical”.

“Soubemos que alguns alunos estavam estavam tristes porque, além de não poderem frequentar a escola, também não podiam exercitar a música. Pensamos em alternativas para chegar até essas crianças e lembramos que temos um reboque. Com o auxílio do carro de alguns professores, conseguimos cumprir nosso objetivo de proporcionar um momento agradável e um conforto para as famílias desses alunos, além de nos sentirmos úteis e felizes por estarmos contribuindo de alguma forma”, explicou o maestro que garante que as medidas de higiene e segurança — como a utilização de máscaras e aplicação de álcool 70% — vêm sendo tomadas.

Os professores, de cima do reboque, não somente ensinam aos alunos como faziam nas salas de aula da ONG, mas também tocam algumas músicas para as famílias que vão até os portões de suas casas para ouvi-los e aplaudi-los.

O projeto já chegou às casas populares do Jardim Aeroporto e do Eldorado. Nesta quarta-feira (6), o grupo deve visitar alguns alunos que moram na região do Parque Guarus.

ASSISTA AO VÍDEO