Goytacaz continua planejamento com a G7 mesmo durante a paralisação devido à pandemia

Atividades do clube estão paradas. Porém, trabalho nos bastidores é constante visando a disputa da B1, que tem inicio marcado para agosto

Geral
Por Bernardo Rust (Estagiário)
29 de abril de 2020 - 8h31

O Goytacaz segue a todo vapor. Mesmo com a paralisação do mundo do futebol e o clube com suas atividades presenciais suspensas, o goyta segue se movimentando nos bastidores visando a disputa do Campeonato Estadual da Série B1, que tem início previsto para o mês de agosto.

Nas redes sociais, muito se especula sobre quem será o treinador. O nome de Lucho Nizzo, que já treinou o clube em 2014, foi apontado como o favorito para ser o técnico do alvianil em 2020. Porém, o presidente do clube, Dartagnan Fernandes, nega que há um acerto com qualquer nome. “Estávamos mantendo conversa com três treinadores. Porém, com essa paralisação e as incertezas que giram em torno do futebol mundial, as conversas estagnaram. Ainda não temos um nome definido. Só iremos definir o treinador quando soubermos o rumo que o campeonato irá tomar neste ano”, declarou o presidente.

Foto: Gustavo Rangel

Em 2014, ainda na gestão do ex-presidente Robson Barreto, Lucho foi demitido com apenas quatro rodadas e criticou a torcida do Goytacaz na época, questionando qual era o tamanho da influência do torcedor na vida administrativa do clube, já que a direção teria decidido demitir-lo alegando que a torcida pressionou pela saída dele. Ao todo foram 4 jogos sendo 2 empates, diante de Barra Mansa e Grêmio Mangaratibense, vitória diante do Quissamã e derrota para o Olaria.