Missas e cultos de Páscoa reúnem fiéis virtualmente

Instituições religiosas cristãs celebram a Paixão de Cristo sob nova ótica para evitar aglomeração e contágio da Covid-19

Campos
Por Kamilla Póvoa
12 de abril de 2020 - 6h00

O novo coronavírus não mudou apenas a rotina do comércio, não afetou apenas a economia, não mudou somente o nosso modo de lidar com os outros e estabelecer relações sociais, mas mudou também a maneira de viver a fé. As igrejas estão transmitindo missas e cultos pela internet e a programação de Páscoa, que celebra a Paixão de Cristo neste final de semana (10,11 e12), não ficou de fora.

As paróquias, igrejas católicas e batistas de Campos também tiveram que adaptar a essa nova realidade tecnológica e estão transmitindo as bênçãos via web.

O bispo diocesano de Campos, Dom Roberto Francisco enfatizou que este ano a Semana Santa terá uma realidade diferente.

“O momento que estamos vivendo exige muito mais fibra do cristão, de uma situação desafiadora. A semana deve ser muito vivenciada, no tempo doméstico, nas casas, nos hospitais, vivenciada nos leitos. Todos aqueles que estão em uma situação preocupante”, afirmou Dom Roberto.

Segundo a assessoria de comunicação da Diocese de Campos, com relação à transmissão das missas pela internet, os responsáveispelas paróquias estão pedindo as pessoas para se inscreverem no YouTube, no canal de cada paróquia. E, cabe a cada local utilizar a plataforma digital mais fácil, mas a maioria está usando as três redes sociais – YouTube, Instagram e Facebook, para ajudar os fiéis nesse momento de isolamento social.

Dom Roberto informou que, a quarentena que o coronavírus impõe retrata uma situação para a vida do cristão, a humildade.

“A vivência do lar, nós tínhamos esquecido. O próprio Jesus na ceia fez em um ambiente familiar. Nós esquecemos que Igreja não é esse templo maravilhoso que estamos aqui, mas são as pessoas. A Igreja é a família, o povo de Deus. Isso que tem que nascer nesta Semana Santa. A Igreja não parou e nem fechou, mas está viva”, declarou o bispo de Campos.

No território da Diocese de Campos, que possui 792 capelas, distribuídas em 66 paróquias, 10 foranias e dois vicariatos; 95% vão transmitir de forma on-line a missa do domingo de Páscoa, disse a comunicação.

O Bispo Dom Fernando Rifan, da Administração Católica Apostólica Pessoal São João Maria Vianney, explicou que a igreja, que é tradicionalista, também teve que aderir ao método tecnológico e que não está fazendo somente a transmissão das missas, mas também de diversas orações ao vivo.  “É um momento muito importante, as famílias se reúnem e rezam juntas com os sacerdotes. É um modo de suprir a ausência presencial”, explicou.

A Primeira Igreja Batista do bairro IPS também está se adequando a essa nova realidade sem a presença do público. Desde o início do período de isolamento social a igreja utiliza o recurso do YouTube para transmitir de forma on-line o culto. Na semana passada, a mensagem pastoral incorporou à realidade: “O que fazer em tempos de crise?”, com o Pr. Pedro Salvador de Azevedo e contou com mais de 1.000 visualizações.

“É uma forma de trazer para perto as pessoas que, no momento, não podem estar nas igrejas. Para quem quiser participar do culto no domingo de Páscoa, basta acessar o canal no YouTube – Primeira Igreja Batista do IPS”, falou.