Morre Evaldo Ribeiro Gomes

Fiscal de Rendas foi pessoa de destaque em Campos

Campos
Por Guilherme Belido
25 de março de 2020 - 14h34

Evaldo Ribeiro Gomes (Foto: divulgação)

De família tradicional e figura das mais conhecidas na cidade, morreu na terça-feira (24), no Hospital da Unimed de Campos, o fiscal de rendas Evaldo Ribeiro Gomes, que durante quase 40 anos atuou na unidade da Secretaria Estadual de Fazenda do município.

Evaldo lutava contra o câncer já havia anos, não tendo resistido a uma cirurgia de emergência feita no pulmão no início da semana. Tinha 87 anos e o enterro será na tarde de quarta-feira, 25, no Cemitério do Caju.

Muito querido, particularmente entre os colegas fiscais, Evaldo era da ‘velha guarda’, quando a Fazenda Estadual ainda era chamada de Inspetoria de Rendas, no mesmo prédio onde ainda funciona, na Alberto Torres esquina com Beira Valão.
Apaixonado por futebol, ingressou no serviço público em fins dos anos 60, permanecendo na função por cerca de 40 anos, quando se aposentou. Antes, foi funcionário da Caixa Econômica Federal.

Brincalhão, tipo ‘boa gente’, era frequentador assíduo do calçadão em todo fim de tarde, sendo figura obrigatório nos cafés do Boulevard, sempre visto em rodas de quatro ou cinco amigos. A partir dos anos 2000, já com os limites impostos pela doença, passou a ser visto mais na Pelinca, próximo de sua residência.

Depois da morte de seu filho caçula, Márcio, seu quadro de saúde piorou. Evaldo Ribeiro Gomes deixa outros dois filhos (Evaldo Luis e Maria Auxiliadora), além de netos. Era irmão da funcionária pública federal aposentada, Eliane Auxiliadora Ribeiro Gomes, e de Maria Edyr Ribeiro Gomes Belido, falecida há alguns anos.