Rio de Janeiro registra a terceira morte por coronavírus

Paciente de Petrópolis era idoso e fazia parte do grupo de risco

Estado do RJ
Por ASCOM
21 de março de 2020 - 11h23

A Secretaria Estadual de Saúde do RJ confirmou, neste sábado (21), o terceiro óbito por coronavírus no estado — todos tinham mais de 60 anos. Ao todo, são 119 casos e três resultaram em mortes nas cidades de Niterói, Miguel Pereira e Petrópolis.

Quem são os mortos por Covid-19 no RJ

Mulher de 63 anos, em Miguel Pereira;
Homem de 69 anos, em Niterói;
Homem de 65 anos, em Petrópolis.
País tem 986 infectados em 25 estados e no DF; veja números
Governo declara transmissão comunitária em todo o Brasil

Idoso voltou do Egito
O caso foi em Petrópolis, na Região Serrana. Segundo a prefeitura, o paciente tinha 65 anos e fazia parte do grupo de risco para a Covid-19.

Ele estava internado após ter retornado, no dia 6 de março, de uma viagem ao Egito com escala nos Estados Unidos.

Casos confirmados

O estado do Rio de Janeiro confirmou na tarde de sábado (21) mais nove casos do novo coronavírus. No total, foram registrados 119 casos, distribuídos entre seis cidades.

A cidade que mais concentra casos da doença é a capital, com 99 confirmações de Covid-19. Niterói tem dez casos e Petrópolis, três. Barra Mansa, Guapimirim e Miguel Pereira têm um cada. Além disso, foram confirmadas infecções por coronavírus em quatro estrangeiros.

Mortes
A primeira a morrer no RJ de Covid-19 foi uma empregada doméstica de 63 anos. Ela tinha diabetes e hipertensão. A patroa dela estava com a doença e havia voltado de uma viagem à Itália.

Moradora de Miguel Pereira, a mulher teve os primeiros no dia 15, um domingo. Ela foi a uma unidade de saúde do município nesta segunda-feira (16) e o seu quadro de saúde piorou na terça-feira (17), quando ela morreu.

O segundo caso foi de um homem de 69 anos que era hipertenso e diabético. Ele morreu nesta terça-feira (17) em Niterói, onde morava. O resultado do primeiro exame dele para coronavírus saiu nesta manhã.

O idoso apresentou os primeiros sintomas, como febre, tosse e mialgia nesta quarta-feira (11). De acordo com o hospital em que ele estava internado, ele teve contato com o enteado que viajou para o exterior.

Fonte: G1