Decreto de emergência não proíbe funcionamento de Shoppings e restaurantes

Diante da ameaça do novo coronavírus, porém, centros comerciais e academias anunciam mudanças no funcionamento

Blog dos Jornalistas
Por Blog dos Jornalistas
17 de março de 2020 - 15h29

(Foto: Carlos Grevi)

Blog dos Jornalistas

Como parte dos esforços para conter o avanço do novo coronavírus em território fluminense, o Governo do Estado do Rio de Janeiro decretou estado de emergência nesta segunda-feira (16). Entre as medidas anunciadas pelo governador Wilson Witzel (PSC) estão a recomendação de que bares e restaurantes limitem o número de clientes e que shopping centers e centros comerciais fechem lojas por 15 dias. Não é, porém, uma determinação, mas uma recomendação.

Leitores do Jornal Terceira Via vêm observando que estabelecimentos comerciais abarcados pelas orientações contidas no decreto nº 46.973, publicado na edição desta terça-feira do Diário Oficial do Estado, têm se mantido em funcionamento regular até a última atualização desta postagem. Algumas academias de ginástica, no entanto, optaram por fechar as portas.

Cabe lembrar que, ao contrário do que acontece com as empresas de ônibus, que estão proibidas de circular entre a Região Metropolitana do Rio e os municípios do interior do Estado durante 15 dias, o decreto NÃO VEDA E NEM FAZ DETERMINAÇÕES com relação a outras atividades, SOMENTE RECOMENDAÇÕES.

Começa a valer, contudo, diante da possibilidade de disseminação do novo coronavírus pelo interior fluminense, o bom senso. Shopping centers e academias de Campos já começaram a anunciar, respectivamente, redução do horário de funcionamento e suspensão das atividades. Acompanhe, ao longo do dia, as atualizações do assunto no Jornal Terceira Via.

A empresa administradora do Boulevard Shopping Campos enviou aos lojistas um comunicado com as alterações que valem já para esta quarta-feira (18). O horário de funcionamento foi reduzido, das 12h às 20h, e a praça de alimentação e restaurantes terão sua ocupação restringida a 30% da sua lotação. O Boulevard também anunciou que disponibilizará pontos de álcool em gel em locais de grande circulação.

De acordo com a direção do Campos Shopping, vai haver alteração no horário de funcionamento. “Com objetivo de
conter o avanço do novo coronavírus (COVID-19), vamos abrir amanhã (18/03), quarta-feira, às 9h, com fechamento às 18h. Na quinta-feira, dia 19/03, abriremos às 10h e fecharemos às 18h por um período de tempo ainda indeterminado”.

A administração do Shopping Avenida 28 informou que o empreendimento também sofrerá mudança por conta do coronavírus e que um comunicado à população com os novos horários já está sendo preparado. A administração não adiantou as alterações, mas disse que o comunicado será divulgado na tarde desta segunda.

A empresa que administra o Guarus Plaza Shopping emitiu nota sobre as mudanças: “Cumprindo as determinações do governo estadual, a empresa Metromalls, administradora dos Guarus Plaza Shopping, informa que a partir de amanhã (18/03/2020) nossos shopping centers funcionarão em horário reduzido, sendo das 12h às 20h de segunda a domingo. Informamos que essa medida estará em vigor até o dia 01/04/2020, quando se finda o estado de emergência a qual nos foi decretado pelo Governador Wilson Witzel”.

CDL e CNDL

Em virtude do avanço da Coronavírus no Brasil, a Confederação Nacional de Dirigentes Lojistas (CNDL) e a Câmara de Dirigentes Lojistas de Campos (CDL) divulgam as seguintes diretrizes em relação aos procedimentos que devem ser adotados pelos associados e demais estabelecimentos:

Atendimento ao Público

– A CNDL e a CDL Campos orientam aos seus associados que, em suas áreas de atendimento ao público, seja disponibilizado álcool gel aos clientes, e que a frequência de limpeza de pisos, corrimãos, maçanetas e banheiros seja feita com álcool 70% ou solução de água sanitária.

– O atendimento presencial deve ser feito a uma distância de, pelo menos, um metro entre as pessoas, e os atendimentos ao público externo, assim como visitas fora do ambiente de trabalho, devem ser substituídos por contatos por meios digitais.

– As reuniões devem ser substituídas por contatos telefônicos, videoconferências, e-mails e redes sociais.

Colaboradores

– Os colaboradores que pertencem ao grupo de risco (idosos, diabéticos, hipertensos, pessoas com insuficiência renal e tenham doença respiratória crônica) devem, se possível, serem orientados a realizarem suas atividades home office.

– Devem ter utensílios individuas (copos, xícaras, talheres, etc.).

– Todos colaboradores com suspeita de vírus devem imediatamente ficar em isolamento em suas residências.

Eventos e reuniões

– A CNDL e a CDL Campos orientam que os associados evitem reuniões e eventos presenciais. Desta forma, todas as agendas da CDL Campos previstas até o final do mês foram canceladas.

– No lugar dos encontros presenciais, dar preferência às videoconferências e às chamadas telefônicas.

Mais informações em instantes