Nota da Redação em resposta ao Pastor Adonias Júnior, líder da Segunda Igreja Batista de Campos

Jornal Terceira Via reafirma a nota publicada na coluna do jornalista Aloysio Balbi

Blog dos Jornalistas
Por Redação
4 de março de 2020 - 11h19

O Jornal Terceira Via, em sua última edição impressa do dia 01 de março corrente, publicou na coluna do renomado jornalista Aloysio Balbi uma nota com o título “Dívida”, onde retratava que o novo pastor da Segunda Igreja Batista de Campos, Adonias Júnior, estava imbuído em resolver uma dívida na ordem de R$ 1 milhão deixada pela gestão passada.

Como não poderia deixar de ser, a referida nota teve grande repercussão na comunidade campista devido à importância da Segunda Igreja no contexto da cidade. Todavia, incomodado com a exposição dos fatos, o novo pastor líder da igreja, talvez forçado pelas circunstâncias, emitiu na data de ontem uma nota de repúdio dirigida ao seu público interno, mas publicada em sua rede social, da própria igreja e de outros pastores e pastoras ligadas à sua gestão. A dita nota afirmava que a matéria (sic) não retratava a verdade, “tendo em vista que as contribuições financeiras” dos membros eram suficientes para “manter os compromissos financeiros em dia, não havendo qualquer tipo de campanha para fim específico”.

Agora vamos aos fatos: No dia 16 de fevereiro deste ano, no culto da noite dirigido pelo próprio pastor que assina a nota, de púlpito, ou seja, à frente de todos, se dirigiu à comunidade para falar das dificuldades financeiras encontradas na Igreja. Bom de oratória e gestos, Adonias detalhou em público a situação das dívidas da instituição e sua renegociação, e, frisando a delicadeza do momento, chegou a solicitar que os membros ajudassem na limpeza do templo, pois o serviço de limpeza terceirizado seria cancelado para ajudar nos ajustes financeiros. Centenas de membros estavam presentes, inclusive a fonte do jornalista que confirma e reafirma o que foi dito naquela noite.

A coluna foi procurada por um membro da gestão anterior para comentar a nota em destaque e afirmou que as dívidas estavam todas em dia e que discordava do tratamento da situação pela nova gestão.

Fato é que o pastor Adonias falou de púlpito o que, de repente, era para ser tratado em âmbito de diretoria de forma administrativa, numa atitude mais prudente para quem acaba de chegar à cidade para assumir uma instituição da envergadura da Segunda Igreja Batista de uma cidade grande como Campos dos Goytacazes.

O Jornal Terceira Via, diante dos fatos, reafirma a nota do jornalista Aloysio Balbi, entende o recuo do novo pastor e abre espaço para que democraticamente todas as verdades relacionadas à situação sejam publicadas pelo bem da verdade. Pois como bem disse Jesus, no Evangelho de João em seu capítulo 8, versículo 32, “E conhecereis a verdade, e a verdade vos libertará”.