Suspeito de morte no Parque Prazeres se entrega à polícia

Homem confessou assassinato de Venâncio de Almeida Corrêa, de 36 anos, e afirmou que descartou arma do crime

Polícia
Por Redação
13 de fevereiro de 2020 - 9h59

(Foto: Carlos Grevi)

Um homem de 32 anos foi preso nesta quarta-feira (12), em uma área ocupada pelo Movimento dos Trabalhadores Sem-Terra (MTST) na Usina São João, em Campos. Suspeito do homicídio de Venâncio de Almeida Corrêa, de 36 anos, que havia sido morto horas antes, no Parque Prazeres, em Guarus, ele se entregou à Polícia Militar (PM).

De acordo com a PM, Venâncio foi baleado três vezes na cabeça e uma peito, na rua Antônio Cordeiro dos Santos, próximo ao conjunto habitacional popular do bairro, e morreu no local. O suspeito confessou o crime e afirmou que descartou a arma no Rio Paraíba do Sul.

Na 146ª Delegacia Policial, onde o caso foi registrado, a esposa da vítima afirmou que o crime aconteceu após o casal procurar o suspeito para “resolver pendências” relacionadas a um carro que haviam comprado dele.

O suspeito, que não tinha antecedentes criminais, foi autuado por homicídio.