Resultado de eleição para diretores de escolas da rede municipal deve ser publicado nesta sexta

Segundo Secretaria de Educação, 200 unidades escolares e milhares de eleitores participaram do pleito

Campos
Por Redação
13 de fevereiro de 2020 - 8h16

Votação ocorreu em cerca de 200 escolas (Foto: Divulgação)

Os resultados das primeiras eleições diretas para gestores das escolas da rede municipal de Campos deve ser conhecido nesta sexta-feira (14), segundo a Secretaria de Educação. Duzentas unidades escolares e milhares de eleitores participaram do pleito, que aconteceu ao longo dessa quarta-feira (12). A votação começou às 9h, com término às 17h na maioria das unidades e às 20h nas escolas que funcionam no período noturno. Os gestores eleitos terão um mandato de dois anos e a posse está prevista para 18 de março, após período de interposição de recursos e transição. Segundo a secretaria, eleição direta faz parte do programa de governo do prefeito Rafael Diniz.

O voto foi facultativo a todos, secreto e em urnas distintas, uma para funcionários e outra para os alunos, em virtude dos pesos diferentes dos votos. De acordo com a comissão eleitoral, a adesão durante todo o dia foi dentro do esperado e sem tumultos. As cédulas serão contadas, manualmente, a partir desta quinta-feira (13). Puderam votar servidores estatutários em exercício na unidade escolar, os candidatos e os estudantes maiores de 16 anos ou seus responsáveis.

“Desde a época em que era vereador, eu já defendia esta importante pauta. Celebramos verdadeiramente a entrega da escola para a comunidade escolar, entendendo que os donos desse espaço são, sim, os funcionários, a comunidade e os nossos professores”, comemorou o prefeito Rafael Diniz, citando outras conquistas da Educação, como o fim da aprovação automática, a criação do Centro Municipal de Educação Integral (CEMEI) e o aumento na carga horária de português e matemática para os alunos do 6º ao 9º ano.

Resultado da eleição deve ser divulgado na sexta-feira (Foto: Divulgação)

Na avaliação do secretário de Educação, Brand Arenari, o processo foi efetivamente democrático, dando autonomia à escola. “Estamos cumprindo o plano de governo do prefeito Rafael Diniz. Dizemos que esta é a primeira eleição verdadeiramente direta para diretores porque será a primeira vez que o candidato escolhido pela comunidade escolar será, de fato, eleito sem interferência do poder municipal. Em 2014, houve uma eleição com pouca adesão das unidades, onde os três candidatos mais bem votados de cada escola apresentavam um plano de gestão à secretaria de Educação e o secretário escolhia quem seria o diretor. Desta vez, o candidato mais votado será eleito. A vontade da comunidade escolar será soberana”.

Manuele Luise Lima foi ao Cemei do Parque Aurora logo pela manhã para votar pela primeira vez. “Acho importante poder escolher a diretora da escola. Meu filho de oito anos estuda aqui. Gostamos muito da escola”, explica.

Na Escola Municipal Francisco Faria Barbosa, no Km 13 da rodovia Campos-Itaperuna, o movimento foi intenso. Muitos pais compareceram. Foi o caso de Jocimara de Souza. “Achei muito interessante os pais poderem escolher o diretor da escola. Foi bom para conhecer melhor os candidatos e as propostas”, afirma.