Segurança comprometida

Campos tem fornecido mão-de-obra de primeira linha para a capital, municípios da área metropolitana e para a Região dos Lagos

Opinião
Por Editorial
10 de fevereiro de 2020 - 15h50

8º BPM em ação no Centro de Campos (Foto: Arquivo/JTV)

A região, na mesma medida que cresce, encolhe o seu aparato de policiamento, tanto investigativo quanto ostensivo. Já seria a hora de ter um Batalhão da PM em Guarus, o que já fora promessa de campanha de um governador. Desde sempre Campos tem, o mesmo 8º Batalhão, embora seja considerado o maior em contingente do estado.

Mas não é bem assim. O 8º Batalhão de Policia Militar de Campos, na verdade, é uma boa e grande escola de treinamento de novos soldados. Tem fornecido mão-de-obra de primeira linha para a capital, municípios da área metropolitana e para a Região dos Lagos.

Exatamente nesta época de carnaval, quando o Batalhão se desdobra para atender as demandas das praias de pelo menos três municípios, soldados são transferidos para reforçar a segurança de praias da Região dos Lagos e de outros lugares do estado.

Já houve um tempo em que a polícia preventivamente tirava de circulação bandidos antes do carnaval, pois a inteligência funcionava. Obviamente, a cidade era menor. Hoje, quase metropolitana, a polícia se esforça para acompanhar esse ritmo da cidade, e dar respostas aos atos de criminalidades.

Registra-se aqui o bom trabalho dos comandos do 8º Batalhão e também da Polícia Civil e outros segmentos da área de segurança pública. Mas somando tudo isso, o número é pequeno, e apesar de tudo isso, no caso da PM, ainda somos desfalcados, em uma época que deveríamos contar com reforços.