RPAs fazem manifestação nesta quinta por salários em atraso

A Prefeitura não deu prazo para o pagamento da categoria

Campos
Por Redação
30 de janeiro de 2020 - 12h33

(Fotos: Felipe Lemos/Campos 24 Horas)

Um grupo de servidores da Prefeitura de Campos, contratados por Regime de Pagamento Autônomo (RPA), realizaram uma manifestação, na manhã desta quinta-feira (30). O motivo do protesto foi pedir o pagamento de dois meses e meio de salários atrasados. Os funcionários, lotados em diversos setores da administração pública, se concentraram em frente ao Hospital Ferreira Machado (HFM), na Avenida XV de Novembro.

Segundo os manifestantes, a Prefeitura de Campos deve ao grupo 50% do salário de setembro e os salários integrais de novembro e dezembro. Outubro foi pago e o ordenado de janeiro vence já nesta sexta-feira (31). O servidores reclamam que estão acumulando dívidas de luz, aluguel e outras por causa da falta de pagamento.

Posicionamento da Prefeitura sobre o assunto:

A Prefeitura de Campos continua refazendo seu planejamento para retomar pagamentos prioritários, entre eles, os dos trabalhadores por Recibo de Pagamento Autônomo (RPA). Em função da determinação da justiça para o pagamento do 13° dos servidores em dezembro, janeiro e fevereiro, foi necessário alterar o cronograma.

“Diante do quadro financeiro do Município, tínhamos programado o pagamento do 13º salário nos meses de fevereiro e maio. Porém, diante da decisão judicial, esta programação teve que ser revista. Nosso foco é cumprir a decisão judicial. E, ainda assim, tem que contar com entrada de recursos” destacou o secretário municipal de Fazenda, Leonardo Wigand. Somente em 2019, as perdas de receitas oriundas do petróleo totalizaram R$ 211 milhões.