Relatos de fé e superação na chegada dos romeiros a Santo Amaro

A festa chegou em 2020 à sua 287ª edição

Campos
Por ASCOM
15 de janeiro de 2020 - 11h15

(Fotos: Divulgação)

Único circuito religioso do Estado do Rio, o Caminho Santo Amaro reúne, mais um ano, romeiros de diversas partes do município que participam da caminhada com destino ao distrito de mesmo nome. Já na noite desta terça-feira (14), os romeiros que chegavam ao distrito eram recepcionados por cerca de 20 jovens do grupo da Renovação Carismática Católica. Membros do grupo também fizeram apresentações em um palco montado em frente à igreja Santo Amaro – após a cerimônia de levantamento do Mastro que reforçou o sentimento de devoção ao padroeiro. Em sua 287° edição, jovens, atletas ou idosos, chegavam do percurso com histórias de fé e superação.

– Tive paralalisia de Bell e também uma paralisia do lado direito de todo o corpo. Hoje tem 26 dias que tive alta e me senti segura para vir pagar minha promessa, que é pela vida. Deus me deu outra vida. Chegar e ter esse abraço solidário, por exemplo, foi muito gratificante, assim como ter chegado aqui – destacou a professora de ensino fundamental Karlanny Gama, de 30 anos, que foi até o distrito de Santo Amaro de bicicleta junto a um grupo de ciclistas.

Já o adolescente Rafael Germano, de 18 anos, vestido com a camisa da oficina de futevôlei do Verão Alô Farol 2020, comentou que foi um longo caminho até o distrito. “Para fazer companhia ao meu tio, que veio cumprir uma promessa, vim de Ururaí e estou indo em direção a Santo Amaro. Passo o verão no Farol desde os seis anos e hoje também vou para a praia. Na caminhada de Santo Amaro, já é o segundo ano de percurso. Parei para buscar apoio logo no posto do Batalhão de Polícia Rodoviária (BPRv) e sigo caminhando até Santo Amaro, depois vou para a praia”, contou.

“Há mais de 10 anos venho de Mussurepe para cá neste caminho. Desta vez vim com meu genro, filha e vizinha e me senti seguro por todo esse caminho de vinda para Santo Amaro”, relatou o lavrador de 58 anos, Paulo César.

Ao longo do percurso, os romeiros puderam contar com nove pontos de apoio. As tendas foram montadas em pontos de fácil visualização e os romeiros também puderam contar com sanitários ao longo dos 35 quilômetros da RJ-216 até Santo Amaro. Ambulâncias ficaram de prontidão no trajeto, com uma delas percorrendo a extensão. Em todo o trecho, a iluminação foi checada e feitos pontuais reparos. No ponto da chegada dos romeiros, já na praça da igreja, uma tenda com profissionais de saúde foi montada para eventuais socorros.

Programação religiosa- A programação religiosa da Festa de Santo Amaro -que teve início no último dia 5- segue até o próximo dia 14 com o novenário. Nesta quarta (15), dia do padroeiro da Baixada, as missas tiveram inicio às 1h e seguiram às 3h, 4h, 5h e 7h. Dando continuidade, ainda terá a missa das 9h, 11h, 13h, 17h e às 19h. Ainda nesta quarta, haverá romaria, missas, acolhidas e show. O desfile das Bandeiras será às 13h; às 15h terá a Cavalhada; às 17h missa campal; às 18h30, procissão e às 22h, show religioso com Padre Max e Banda.