Paróquia São João Batista completa 100 anos

Comemorações começaram neste domingo; são dias de missas, cantina aberta em tempo integral e música ao vivo

Cultura
Por Roberta Barcelos
18 de novembro de 2019 - 6h00

Padre Fábio de Melo acompanha os preparativos para
a comemoração do centenário. (Foto: Silvana Rust)

No próximo dia 20, quarta-feira, a Paróquia São João Batista, no bairro IPS, se prepara para festejar os 100 anos de existência. A semana terá uma preparação especial para o tríduo, e as comemorações começam no domingo, 17. Serão dias de missas, cantina aberta em tempo integral e música ao vivo. Um mosaico assinado pelo artista Leonardo Posenato, com a imagem de Jesus sendo batizado por São João Batista, no Rio Jordão, ainda está em processo de finalização e está localizado na frente da igreja chamando a atenção de quem passa pela paróquia. A igreja passa por reformas, na área externa e interna. De acordo com Padre Fábio de Melo, responsável pela paróquia, aproveitando a data comemorativa, a ampliação foi necessária para garantir mais comodidade e conforto para os fiéis.

“Também adquirimos um novo confessionário, via sacra, compramos novos materiais litúrgicos e pretendemos construir ainda uma torre e concluir a pintura da fachada”, confirmou o padre.

Do dia 17 ao dia 20, quando se encerram as comemorações com a solenidade de 100 anos e uma missa celebrada por Dom Roberto Ferreria Paz, toda comunidade vai poder prestigiar a programação montada com muito carinho pela equipe da Paróquia São João Batista;
“É uma alegria imensa celebrar 100 anos de fé, história e evangelização. Serão três dias de preparação e ainda a inauguração do nosso mosaico. Estamos todos muito felizes”, contou Padre Fábio de Melo.

Histórico — A Igreja matriz da Paróquia de São João Batista, Diocese de Campos, foi construída em 1919, quando havia um surto de gripe espanhola que grassava em muitos países, inclusive no Brasil. O imigrante italiano, João Batista Paravidino, morador do bairro do Capão, foi acometido da terrível doença, além de mais sete membros de sua família. Estando em perigo de morte, valeu-se de sua fé no poder de intercessão de São João Batista junto a Deus e comprometeu-se a fazer construir uma pequena capela, em honra do Santo Precursor de Nosso Senhor Jesus Cristo. Como por milagre, todos os membros da família foram salvos da terrível influenza, coisa rara naqueles tempos.
E assim fez. Inaugurou a pequena capela, reunindo em torno de 8000 pessoas nos festejos inaugurais. Formou-se, ainda, a Irmandade de São João Batista, com o objetivo de promover a administração da capelinha. Em 05/03/1995, com a criação da Paróquia N.a. S.a. de Fátima, a capela passou a fazer parte dessa nova Paróquia, tendo o Pe. Gilson Motta como seu primeiro Pároco. A capela foi provida à Reitoria em 11/03/2007, tendo como seu Reitor o Pe. Gilson Motta. Em 20/11/2010 a Reitoria São João Batista foi erigida Paróquia São João Batista, sob o pastoreio de D. Roberto Gomes Guimarães e tendo como primeiro Pároco o Pe. Gilson da Silva Motta.