Polícia prende suspeito de participação na morte vigilante e neto de apenas 4 anos

Crime aconteceu na madrugada de quinta-feira, no Parque Nova Canaã, e teria sido cometido por três homens

Polícia
Por Redação
8 de novembro de 2019 - 8h23

(Fotos: Silvana Rust/Reprodução)

Um homem de 26 anos foi preso na noite desta quinta-feira (7), no subdistrito de Guarus, em Campos, suspeito de envolvimento na morte de um segurança e seu neto, de apenas quatro anos. Ele foi detido por volta das 23h, em uma casa na rua Dom Diniz, no conjunto habitacional popular do Parque Santa Rosa, mais conhecido como Casinhas do Nolita.

De acordo com a Polícia Militar (PM), o homem foi encaminhado para a 146ª Delegacia Policial (DP), em Guarus, onde o crime é investigado, onde foi autuado por homicídio e permanece à disposição da Justiça.

O duplo homicídio aconteceu na madrugada de quinta-feira, no Parque Nova Canaã, em Campos. Segundo testemunhas, Eucilenio Pinheiro, de 38 anos, e o menino Gabriel foram mortos por três homens trajados com roupas camufladas e toucas ninja, que invadiram residência da família, na rua Principal do bairro.

Um mulher, de 37 anos, ficou ferida na ação dos bandidos. Ela foi socorrida por vizinhos com um tiro nas costas e levada para o Hospital Ferreira Machado (HFM), onde se encontra internada no repouso do Politrauma do Pronto Socorro. Seu estado de saúde é estável.

Ainda segundo a PM, o crime estaria relacionado ao duplo homicídio ocorrido na localidade de Pernambuca, nesta segunda-feira (4), e tinha como alvo um jovem de 23 anos. Ele é filho do casal e pai da criança vítimas do tiroteio e não estava no local, mas esteve na 134ª DP, no Centro, na tarde desta quinta, para contar sua versão dos fatos.

A assessoria da PMERJ informou que o 8º Batalhão de Polícia Militar (BPM) ainda realiza buscas na região para tentar localizar os demais envolvidos.