Polícia investiga morte de vigilante e neto de 4 anos em Campos

Crime aconteceu na madrugada desta quinta-feira (7), no Parque Nova Canaã

Campos
Por Redação
7 de novembro de 2019 - 15h54

(Fotos: Silvana Rust/Reprodução)

A Polícia Civil informou que foi instaurado inquérito na 146ª Delegacia de Polícia de Guarus para apurar as mortes do vigilante e do neto, de apenas 4, que foram assassinados na madrugada desta quinta-feira (7), no Parque Nova Canaã, em Campos dos Goytacazes. O pai da criança, filho do vigilante, foi até à delegacia do Centro na tarde desta quinta para contar sua versão dos fatos. Já a avó da criança, de 37 anos, que foi baleada na ocasião do crime, recebeu alta do Hospital Ferreira Machado (HFM) também na tarde desta quinta. Segundo o delegado titular da 146ª DP, Pedro Emílio Braga, as investigações do caso correm em sigilo.

A Polícia Militar informou que o crime que tirou a vida do vigilante e do neto estaria relacionado ao duplo homicídio ocorrido na localidade de Pernambuca nesta segunda-feira (4).

Ainda de acordo com a PM, a princípio, o crime desta madrugada tinha como alvo o jovem de 23 anos, pai da criança e filho do vigilante que foram assassinados nesta madrugada. Esse jovem teria relação com o duplo homicídio de Pernambuca e quando seu pai e seu filho foram assassinados e sua mãe foi baleada, ele não estava em casa.

A assessoria da PMERJ informou que o 8º Batalhão de Polícia Militar ainda realiza buscas na região para tentar localizar os envolvidos. Também segundo a assessoria, estojos de munição de calibre 9 mm também foram apreendidos na cena do crime.

Os corpos Eucilenio Pinheiro, de 38 anos, e do menino Gabriel, já foram liberados do Instituto Médico Legal (IML), em Campos. Ainda não há informações sobre o local de velório e sepultamento das duas vítimas.