Prefeitura negocia com Sindicato dos Médicos fim da greve

Entidade vai submeter proposta de Rafael Diniz a votação da categoria

Saúde
Por Marcos Curvello
14 de agosto de 2019 - 9h33

(Foto: Divulgação/Prefeitura de Campos dos Goytacazes)

O prefeito Rafel Diniz (CDN) apresentou, nesta terça-feira (13), ao Sindicato dos Médicos de Campos (Simec) e ao Conselho Regional de Medicina do Rio de Janeiro (Cremerj), uma proposta para por fim à greve da categoria, deflagrada no último dia 7. A oferta será colocada em votação pela entidade e inclui abono e reposição das horas não trabalhadas durante a paralisação e pagamento de 50% das substituições e gratificações dos profissionais da saúde no mês de julho.

De acordo com nota oficial divulgada pelo site da Prefeitura, as tratativas começaram na segunda-feira e duraram dois dias. Uma ata formalizando a proposta foi assinada pelo Prefeito, pelo secretário de Saúde, Abdu Neme (PR), e pelo presidente do Simec, José Roberto Crespo, e por Rogério de Sousa Bicalho Filho, coordenador da seccional em Campos do Cremerj. Todos concordaram com a oferta do município.

A proposta inclui, ainda, “a autorização do gozo das férias por parte dos profissionais, sem o pagamento imediato do 1/3 de férias”, de forma a não gerar custos adicionais ao município, conforme previsto no decreto 183/2019, publicado no Diário Oficial do dia 12 de julho.

Durante o encontro, o Rafael justificou as medidas e afirmou que o município tem seu caixa comprometido. “Todo mundo tem que entender que a realidade financeira do município é completamente outra e nós temos que nos adaptar urgentemente. Por isso, a importância desse grande pacto pela saúde de Campos. Todos os atores devem estar envolvidos na transformação”, disse o Prefeito.