Violência: mais dois homicídios registrados em Campos

Um homem foi morto com golpes na cabeça, no Jockey, e outro a tiros e pauladas no, Parque Santa Rosa

Polícia
Por Redação
11 de agosto de 2019 - 12h20

Corpos das vítimas foram encaminhados ao IML de Campos (Foto: Arquivo/Silvana Rust)

Mais duas pessoas foram brutalmente assassinadas em Campos dos Goytacazes. O corpo de Olivaldo Matos Barreto, de 72 anos, foi encontrado por seus funcionários, por volta das 10h30 desse sábado (10), no bairro Jockey Club. A vítima teria sido morta por um ex-funcionário, que acabou detido horas depois. Olivaldo foi atingido com repetidos golpes de chave de grifo na cabeça. Ainda no sábado, às 20h45, Rafael Oliveira de Souza foi morto a tiros e a pauladas no Parque Santa Rosa, em Guarus.

De acordo com a Polícia Militar, Olivaldo foi assassinado na Rua Guilherme Docek e o suspeito do crime seria J.M.T.F., de 26 anos. Ainda segundo a PM, um funcionário da vítima informou que, na noite anterior ao crime, ao sair de serviço, um ex-funcionário (J.M.T.F.) estava no local e que às vezes ele aparecia para pedir dinheiro. Pela manhã, ao entrarem no escritório, os funcionários encontraram a vítima caída no chão, com crânio deformado.

Uma guarnição saiu à procura de J.M.T.F., tendo em vista o depoimento da testemunha afirmando ter sido ele o último a ver a vítima com vida. O suspeito foi localizado na casa do pai. O celular da vítima foi encontrado na Comunidade da Tira Gosto, próximo à casa de J.M.T.F.

A chave de grifo que possivelmente foi usada para golpear a cabeça da vítima foi localizada na casa da mãe do suspeito. Ela contou à PM que o filho havia lavado a ferramenta na noite do crime. Após exame feito pela perícia com reagente luminol, foi constatado vestígios de sangue na peça.

O suspeito foi encaminhado à 134ª DP (Centro), onde foi autuado em flagrante e está à disposição da Justiça.

Rafael foi atingido por tiros e pauladas (Foto: Reprodução)

Outro caso – Na noite de sábado, a Polícia Militar foi acionada para verificar um homicídio na Rua Soldado Salvador Rosa, no Parque Santa Rosa. Quando os agentes chegaram ao local, Rafael Oliveira de Souza já estava sem vida, caído no chão. Segundo a PM, a vítima usava uma tornozeleira eletrônica, estava com o pé quebrado e foi morto a tiros e a pauladas.

O caso foi registrado na 146ª Delegacia de Polícia (Guarus). Até o momento, motivação e autoria do crime são desconhecidas.