Vídeo: motoristas de van protestam contra novo sistema de transporte público de Campos

Sexta-feira (12) é o último dia de circulação das vans. No sábado, os ônibus assumem, de forma provisória, todas as linhas da cidade.

Campos
Por Redação
11 de julho de 2019 - 11h34

Manifestantes ocuparam a frente da Prefeitura de Campos (Foto: Roberta Barcelos)

Pelo menos 50 motoristas de van iniciaram uma manifestação, na manhã desta quinta-feira (11), em Campos dos Goytacazes, contra o novo sistema de transporte público do município, que começa a ser implantado no sábado (13). De acordo com projeto anunciado pela Prefeitura de Campos, sexta-feira (12) é o último dia de circulação das vans. No sábado, os ônibus assumem, de forma provisória, todas as linhas da cidade, sejam urbanas ou distritais. Os motoristas se concentraram no cais da Lapa, logo pela manhã, pararam o Centro, e seguiram para o Centro Administrativo José Alves de Azevedo (sede da Prefeitura). Um mini-trio-elétrico

Os manifestantes não foram contemplados no processo de licitação que definiu os permissionários que ficarão responsáveis pelas linhas alimentadoras do novo sistema. O sorteio das linhas foi realizado na última segunda-feira (8). De acordo com o projeto, haverá integração de ônibus e vans e micro-ônibus.

Em nota, a Prefeitura informou que todo o processo foi realizado de forma transparente, por meio de licitação, que teve como critério, entre outros pontos, certidão negativa criminal do permissionário e oferecer Seguro de Acidente de Passageiros. a Prefeitura ressaltou que as vans não vão deixar de circular de forma definitiva e que o novo sistema de transporte coloca ônibus e vans trabalhando em conjunto, e não mais como rivais.

Foto: Silvana Rust

Confira na íntegra o posicionamento da Prefeitura de Campos sobre a manifestação:

A elaboração do novo sistema de transporte teve início a partir das demandas da população para que o passageiro tenha melhor atendimento nos serviços. Desde julho de 2018, foram 10 audiências públicas, apresentações na Câmara de Vereadores, lançamento de edital para a licitação do transporte alimentador e o processo licitatório em si. Assim, as linhas distritais foram escolhidas por sorteio como critério de desempate na última segunda-feira (8). Ao todo, participaram da licitação 351 pessoas e foram consideradas habilitadas 272.

Segundo o Instituto Municipal de Trânsito e Transporte (IMTT), todos os documentos foram analisados. Além da habilitação, critérios como certidão negativa criminal, ser proprietário ou ter a cessão do veículo para operar no sistema e ter Seguro de Acidente de Passageiros, entre outros, além do respeito aos prazos, constam no edital e estão sendo avaliados. As 235 linhas estipuladas no edital tiveram seus motoristas sorteados na segunda (08) e 37 formam o cadastro reserva, conforme também previsto no edital.

Todo o processo ocorreu de forma transparente e foi amplamente divulgado, não somente no site oficial da Prefeitura, como nos demais veículos de comunicação da cidade. Vale ressaltar que, as vans não vão deixar de circular. O novo sistema de transporte coloca ônibus e vans trabalhando em conjunto, e não mais como rivais. As vans e micro-ônibus farão o transporte de passageiros nas áreas distritais, enquanto os ônibus farão as linhas dos bairros centrais.

Leia também: Polícia Militar detém suspeito de ameaçar presidente do IMTT

Veja vídeo da manifestação: