Médicos da rede municipal de saúde decidem entrar em estado de greve

Decisão foi tomada em assembleia do Sindicato dos Médicos de Campos, na noite dessa quarta-feira

Geral
Por ASCOM
13 de junho de 2019 - 8h57

(Foto: Silvana Rust)

Médicos da rede municipal de saúde de Campos decretaram estado de greve, em razão das péssimas condições de trabalho enfrentadas nas unidades municipais e da defasagem salarial da categoria. A decisão coletiva foi tomada em assembleia realizada na noite dessa quarta-feira (12), no auditório da Sociedade Fluminense de Medicina e Cirurgia.

De acordo com o presidente do Sindicato dos Médicos de Campos (Simec), José Roberto Crespo, o estado de greve inicialmente será mantido até o próximo dia 9, dia em que os servidores se reunirão em nova assembleia para definir se mantém ou não o estado deflagrado.

O secretário de saúde, Abdu Neme participou da assembleia realizada no Simec e garantiu que diversas melhorias estão sendo implantadas no setor da saúde. “Os problemas são inúmeros, mas estou fazendo o que posso. Estou fazendo o meu melhor”, afirmou o secretário.