VÍDEO: vaga de deficientes é desrespeitada por motorista na Praça São Salvador

Veículos estacionados nas vagas não puderam ser retirados porque motorista impediu a saída na tarde desta quarta-feira

Campos
Por Blog dos Jornalistas
5 de junho de 2019 - 15h50

A reportagem do Terceira Via recebeu um registro de mais um caso de falta de educação no trânsito em Campos: uma mulher, mãe de uma criança com deficiência, não pôde retirar o seu carro da vaga porque outro motorista estacionou o veículo atrás do dela, impedindo a retirada. Outras duas pessoas ficaram “presas” até esse motorista aparecesse no local. Isso aconteceu na tarde desta quarta-feira (5), por volta das 13h, na Praça São Salvador, no Centro.

No vídeo abaixo, a mulher diz que seu filho tem paralisia cerebral e que ela precisava chegar a casa rapidamente porque já passava do horário da medicação do menino. Acontece que, devido a essa falta de respeito, ela não pôde seguir o seu caminho. A mulher também reclama do fato de não haver um guarda municipal na Praça naquele horário.

A equipe do Jornal Terceira Via entrou em contato com a Prefeitura de Campos e questionou quanto à falta do profissional da Guarda no local.

Segue a nota na íntegra:

A Guarda Civil Municipal informa que, diariamente, conta com quatro agentes de trânsito que atuam na Praça São Salvador e nas ruas do Centro da cidade, sendo que os eles percorrem toda a área central e contam com o apoio de viaturas no combate às irregularidades. Nesse caso específico da reclamação, foi identificada ausência do Guarda no local devido à remanejamento para atuação em outro local dentro das necessidades de serviço. A Guarda Municipal conta com agentes de trânsito nas ruas das 07h às 19h. A Guarda Municipal volta a orientar motoristas para que respeitem a sinalização de trânsito e todos os espaços destinados à estacionamento. Situações como esta prejudicam o cidadãos e o motorista flagrado cometendo este tipo de infração recebe as sanções previstas em lei e acumula pontos na Carteira de Habilitação“.

Quanto à falta de educação, a equipe lamenta e alerta os motoristas para a necessidade de pensar no próximo e estacionar seus veículos somente em locais permitidos.