A magia do Reder Circus chega a Campos

Espetáculo "Abracadabra" mescla circo e teatro em apresentação com 70 artistas

Cultura
Por Redação
2 de junho de 2019 - 0h01

Frederico Reder comanda o espetáculo (Fotos: Divulgação)

Um verdadeiro show musical com orquestra, atrações internacionais e mais de 70 artistas no picadeiro. Isto e muito mais o respeitável público pode esperar do Reder Circus, que estreou em Campos dos Goytacazes, no dia 1º de junho, o espetáculo “Abracadabra”. Em parceria com o Grupo Outside Propaganda, um dos maiores circos da América Latina escolheu a cidade para encerrar sua turnê pelo Rio de Janeiro. Após passar por Campos, em curta temporada, a próxima parada do Reder Circus será São Paulo.

O anfitrião Frederico Reder, que sonhava ser dono de circo desde criança, promete uma união das artes circenses, teatro musical, dança, além de toda tecnologia audiovisual através de um grande painel de LED de mais de 100m² e 10 toneladas de cenários que transformam a apresentação em uma explosão de cores, imagens e poesia.

O diretor residente do espetáculo, Alexandre Sanctus, adianta que as apresentações duram cerca de duas horas e que, além dos 70 artistas, outros 80 profissionais fazem a magia acontecer por trás do picadeiro. Sanctus destaca que, como a legislação brasileira não permite mais a participação de animais em shows circenses, o Reder Circus desenvolveu animais cenográficos articulados, carinhosamente apelidados de “animágicos”, que ganham vida durante a exibição.

“Em todos os lugares por onde passamos, os ‘animágicos’ encantaram o público. Nosso espetáculo é repleto de atrações, mas esses animais articulados são um diferencial. Além disso, a grande proposta do ‘Abracadabra’ é trazer um circo musical, com uma orquestra que acompanha todas as atrações. É bem diferente de tudo que tem sido apresentado pelo país”, destacou Sanctus.

Entre as atrações, a família Romero (que volta ao Brasil depois de 20 anos na Europa); o paradista Juan, que veio do Peru; a família de Icarios Palma Diaz, do Equador; além de tradicionais trapezistas, acrobatas e palhaços. Quem assina a direção musical é Gabriel Guilherme, que rege a orquestra composta por nove músicos e com as vozes da cantora Ludmilla Anjos (finalista do The Voice Brasil) e do Tenor Pablo Braunna, com um ensemble de 25 bailarinos e cantores.

A estrutura da lona, montada no estacionamento Boulevard Shopping, tem capacidade para 1.200 lugares e uma praça de alimentação. As apresentações acontecem às quintas e sextas, sempre às 20h30; e aos sábados, domingos e feriados, às 15h, 17h30 e 20h30. O Reder Circus fica em Campos por cinco semanas e acabou de se apresentar em Niterói, com ingressos esgotados todos os finais de semana.

Parceria

O empresário Edvaldo Mendonça, do Grupo Outside Propaganda, destacou a magnitude do espetáculo, encontrado apenas nos grandes centros urbanos. “Esta é uma oportunidade única para que espectadores de Campos e região se encantem com um dos maiores circos da América Latina. Trata-se de um espetáculo que a gente não vê em qualquer cidade, pois é de nível internacional. A região precisa de projetos sérios e ousados como este e, por isso, para mim, é uma grande alegria fazer parte dele”, disse Edvaldo.

Responsável pelo setor de Relacionamentos do Reder Circus, Stephanie Rodrigues ressalta que dar continuidade à arte circense não é tarefa fácil. “Por isso, parcerias são fundamentais para não deixar a tradição do circo morrer. E encontramos este apoio no Grupo Outside”, finalizou.